A Mariana tem um Plano: Ampliar seus negócios e fazer o sabor de Duas Terezas conquistar mais gente

Mariana Pelozio é uma mulher de muitas faces. Cheia de personalidade, cheia de planos. Ela tem um restaurante e um buffet de eventos, o Duas Terezas. Uma empreendedora que sabe bem onde quer chegar, que ama o que faz e o resultado desse amor se traduz em comida gostosa, boa de verdade. A gente bateu um papo delicioso com ela, vem acompanhar:

 

PLANO FEMININO: Conte quem é você? Quando olha no espelho, o que vê?

MARIANA PELOZIO: Uau! Que pergunta profunda. Eu sou muitas: Sou cozinheira, sou esposa, sou filha, sou empreendedora e sou uma mulher de fé! Não necessariamente nessa ordem. Na verdade é sempre uma desordem! (risos) Quando olho no espelho vejo uma mulher em construção. No momento ando muito em paz com o que estou construindo, com tanta transformação e evolução.

PLANO: Quando começou a carreira empreendedora?

MARIANA: Acho que sempre tive uma veia empreendedora. Lembro que quando eu tinha uns 6 anos, ganhei de alguém vários marcadores de papel em EVA em forma de macaquinhos. Pedi ao meu pai pra deixar eu vender na loja que ele trabalhava, montamos uma caixinha pra eu vender os marcadores aos clientes. Meu projeto, Duas Terezas, existe desde 2012, e como restaurante acabamos de comemorar o primeiro ano.

PLANO: O que mais tem aprendido nesta jornada?

MARIANA: A respirar! O que eu mais tenho aprendido é a respirar. Empreender é uma jornada muito árdua. Nem tudo acontece no tempo que a gente espera. Nem tudo depende de nós. Tenho aprendido também a contar com as outras pessoas e isso não é simples nem fácil, mas é enriquecedor. Lidar com as minhas incapacidades e saber que há outra pessoa mais capaz do que eu em determinado assunto ou área e aprender a contar com elas é me tornar mais capaz, entende?

PLANO: Qual seu modelo de negócio e o que pretende promover com ele?

MARIANA: Eu tenho um restaurante e um buffet de eventos. E também faço outras coisas relacionadas a gastronomia, dou aulas e cursos por exemplo. Tudo com uma base de comfort food, uma gastronomia de afeto. Receitas simples… Sabe aquele cheiro de feijão que acabou de ser temperado, o bolo saindo quentinho do forno, café coado… é isso! Eu quero que as pessoas tenham essa sensação sempre! Seja num almoço corrido em dia de semana, seja numa reunião de negócios ou no almoço com a família aqui no restaurante.

 

 

PLANO: O que é mais importante para fazer acontecer na sua opinião?

MARIANA: Ter muito claro qual é a sua meta e o que você está disposta a fazer para alcançá-la. Depois disso, não tirar o olho da sua meta, arregaçar as mangas e fazer. Não desistir, se perguntar a todo o momento o que é possível fazer de diferente e melhor. Não tem receita de bolo.

PLANO: Quais os principais desafios?

MARIANA: Pra mim, o mais complicado é lidar com as áreas em que eu não sou boa. Eu sou uma pessoa muito criativa, inquieta, comunicativa. Cozinho muito bem, sou capaz de fazer um jantar em 20 minutos, aproveitar muito bem os ingredientes. Mas tenho uma dificuldade imensa em controlar as guias, impostos, boletos e afins. E essa parte são os pulmões para o negócio. Por isso eu digo: aprenda a contar e aprender com as pessoas que são mais capacitadas para lidar com os assuntos que você não sabe.

PLANO: Agora, qual dica você dá para um empreendedora que esteja iniciando?

MARIANA: Encontre a razão pela qual você decidiu empreender. Quando tudo estiver desmoronando, lembre-se dela! Lembre do sabor dessa decisão, lembre das cores do seu sonho. Você vai precisar desse alívio nas horas mais complicadas, por isso ter sua meta bem clara e bem definida é essencial. Empreenda pelas razões certas. Seja verdadeira com sua vocação e com sua vida, afinal, você só tem uma. Metas claras e olhar fixo! Eu tenho meu primeiro dolmãn (roupa de chef). Quando eu canso, quando eu me questiono, quando dá tudo errado no dia. Eu gosto de vesti-la. Ela me lembra do motivo de eu ter começado. E isso me faz voltar a órbita.

PLANO: Qual seu plano para os próximos anos?

MARIANA: Estabilizar e crescer. Parece óbvio, mas essa são as metas para os próximos 3 anos. Queremos abrir pelo menos mais um Duas Terezas, esse é o foco até o final de 2020. Estabilizar o que temos, aprimorar nossos processos e abrir mais um, crescer. Quero empregar mais gente, quero formar mais pessoas.

 

E nós desejamos que seus Planos se realizem, Mariana! Foi muito bom conhecer um pouco mais sobre o Duas Terezas. Ela foi uma das finalistas do Mulheres Seguras, da Liberty, mostrando pra todo mundo que empreender é um desafio, mas pode ser extremamente recompensador.

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.