Áudios de mulheres vítimas de agressão mostra que nossa luta está longe de acabar

Por mais que a gente faça campanha, mobilizações e fale sobre violência doméstica, os números ainda não param de crescer, infelizmente. Mulheres continuam sendo agredidas e mortas por seus companheiros dentro de casa.

Só no ano passado 503 mulheres por hora sofreram agressão física no Brasil e 13 mulheres são assassinadas diariamente. Um número triste, revoltante, que precisa acabar e esta é uma das nossas lutas travadas diariamente. Contra o medo da violência.

Pra demonstrar o quanto essa situação dói, machuca não só fisicamente, como psicologicamente também, o canal GNT divulgou na semana passada um vídeo em que convida algumas pessoas para ouvirem áudios de vítimas de agressão, no momento em que elas ligam pra polícia. O resultado são áudios cheios de dor e desespero.

 

O Canal GNT gravou as reações de pessoas ao ouvirem as ligações que mulheres fazem para a polícia pedindo socorro por estarem sendo agredidas pelos "companheiros". Chocante!*áudios cedidos pela Polícia Militar de Santa Catarina.

Posted by Quebrando o Tabu on Wednesday, September 6, 2017

 

Impossível não se emocionar, querer fazer algo pra que isso acabe e mais nenhuma mulher precise passar por isso. Os áudios são chocantes, desesperadores e é uma forma de fazer a gente despertar pro quanto é séria a luta para que as mulheres não sofram mais qualquer tipo de violência. Porque o machismo existe, o homem ainda acha que pode fazer o que quiser com uma mulher porque acredita ter poder sobre ela e isso, definitivamente, precisa acabar!

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.