pugliesi

Carta aberta à Gabriela Pugliesi

Tem muita mulher por aí te idolatrando, claro, você é linda. Mesmo. E determinada, sem dúvida. E tem muita mulher te odiando também, algumas pelos mesmos motivos acima, outras porque você é a personificação de tudo que a gente vem tentando, com muita força, matar na mente feminina.

Eu precisei matar a Pugliesi que existia em mim. Senão eu não seria feliz nunca. Calma, eu não quero que você morra literalmente, mas tudo o que você representa: a mulher que, com muito esforço, consegue ser perfeita, magra, esguia, loira, bronzeada. Perfeita. Você é o símbolo daquilo que eu nunca vou ser. Eu e várias outras mulheres.

Eu imagino o quanto deve ser difícil ser você. Não importa se você é uma mulher branca, loira, rica e linda, deve ser muito difícil viver essas prisões todas. Eu imagino sua dor, a dor que talvez você desconheça e esteja escondida atrás de 1 milhão seguidores no Instagram, marcas que te patrocinam, roupas e festas incríveis. Isso tudo camufla a fragilidade que é viver de beleza.

Mas eu sei, eu te enxergo e a verdade é que não há glamour. Não há glamour em ter que estar magra sempre pra se achar bonita, pra se gostar. Não há glamour em ganhar dinheiro por tirar lindas fotos, pra vender. Não há glamour em ser comentada sempre pelo seu corpo, o tamanho da sua bunda, sobre seu namorado novo. Não tem glamour.

E eu, que não vivo isso, que sou tão diferente de você em diversos aspectos, ao mesmo tempo me identifico e poderia não ver nenhum problema com seu vídeo relatando o acordo entre você e sua amiga de soltar nudes seus nas redes caso saia da dieta. Mas tem, tem alguns.

Ninguém tem que, por medo, convencimento, pressão ou culpa, fazer dieta. Comer bem deveria ser algo natural nas nossas vidas, não deveria ser um problema, não deveríamos ter que nos sabotar, fazer promessas, ou criar uma relação de recompensa e castigo com a comida. Isso só mostra como é urgente rever nossa relação com a comida.

Ninguém nunca deveria ter algo íntimo exposto contra sua vontade. Incentivar isso, mesmo de brincadeira, é irresponsável. Ninguém, muito menos por sua melhor amiga. Nossos nudes são uma celebração aos nossos corpos, são reflexos dos nossos poucos momentos de intimidade e liberdade com ele. Isso deveria ser sagrado e qualquer pessoa que profane nudes deveria ser barrada. Eu acho.

Por que você acha que, sabendo que nossos nudes poderiam ser expostos deixaríamos de fazer algo? Por vergonha? Nossos corpos não deveriam ser motivo de vergonha, caso alguém visse nossos nudes, isso não deveria ser um problema. E é muito triste que isso aconteça, que a gente se cubra, que a gente tema constantemente a avaliação do outro em relação ao nosso corpo, como se nossos corpos estivessem aqui só pra isso, ser avaliado. Isso nos reduz tanto e não é isso que você quer, não é?

Você é uma pessoa com muito alcance na web, o que você diz tem poder, talvez você não tenha a dimensão disso, mas o que você diz, faz e até o que você não diz, cria uma cultura. Não sei se você sabe, mas a cultura que você cria é aprisionante, não nos empodera. E eu imagino que seja pra você também. Você é vítima e algoz de um sistema que dilacera em massa a autoestima das mulheres.

Bom, o que eu queria dizer é que você não precisa fazer dieta se não quiser, se não conseguir, isso não deveria ser uma obrigação pra ninguém. Que tudo bem sair da dieta, isso não é um problema, não deveria ser um problema. Que você é linda e sempre será, com 48 ou 100 quilos mas que isso não significa nada, eu sei que você é muito mais que a casquinha que te fez ser conhecida. Eu sei que é uma mulher fantástica.

Você não é perfeita, nunca será, nem eu, nem ninguém e é isso nos fortalece.

Fica aqui o desejo de que você se liberte, de que você me liberte.

 

Estamos juntas.
Gi

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.