Condenado por violência sexual, jogador Robinho não será contratado pelo São Paulo

O que não dá mais pra admitir é que homens acusados de violência sexual continuem vivendo suas vidas numa boa, como se nada tivesse acontecido, enquanto mulheres carregam esta dor pro resto da vida.

Agora, o jogador Robinho está sentindo na pele o peso de suas ações. Em novembro, ele foi condenado a 9 anos de prisão na Itália pelo crime de violência sexual. O caso aconteceu em 2013 e a violência teria sido cometida com mais quatro homens. O jogador, claro, nega o crime até hoje. A diferença é que a aplicação da sentença na Itália é diferente. Enquanto todos os recursos não forem finalizados, a pena não pode ser aplicada, por isso o jogador ainda aguarda em liberdade, e está aqui no Brasil, doido pra voltar aos campos.

 

 

Mas o caminho pra ele não vai ser tão fácil, e esperamos mesmo que não seja. Recentemente ele estava sendo cotado para voltar ao São Paulo, time que fez sua carreira decolar no futebol, mas, a condenação foi um dos motivos que fez o clube desistir da contratação do jogador. 

Quando começaram a rolar as conversas sobre a possível contratação do Robinho, muitos torcedores se manifestaram contra nas redes sociais, citando inclusive a condenação do jogador por violência sexual.

Sabemos que outros motivos podem ter levado o São Paulo a não contratar o jogador. Afinal, são poucos os que pensam na violência sexual como um problema sério, grave, que deve ter severas punições pra que não volte a acontecer. Mas é bom ver que nossa fala ainda é ouvida de alguma forma. Que se fizermos barulho, temos a força pra garantir que outras mulheres não sofram mais.

Mas, quem sabe logo não precisemos mais gritar. Nosso desejo é esse tipo de crime acabe e que, quando acontecer, a punição seja feita sem que a gente precise esbravejar por isso. Enquanto isso, ficamos felizes em saber que nossos gritos não permitiram ~pelo menos por enquanto~ que mais um abusador seguisse com sua contratação milionária, achando que pode fazer o que quiser com as mulheres.

ESTUPRADORES NÃO PASSARÃO!

 

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.