Duloren e as Mulheres Reais

Sim, a campanha publicitária quer abranger TODAS as mulheres e quando falo em
todas, quero dizer todas mesmo. Ao ver as campanhas da Duloren no Facebook,
lembrei da música de Martinho da Vila:

Já tive mulheres de todas as cores,
De várias idades, de muitos amores.
Com umas até certo tempo fiquei.
Prá outras apenas um pouco me dei.

Já tive mulheres do tipo atrevida,
Do tipo acanhada, do tipo vivida.
Casada carente, solteira feliz.
Já tive donzela e até meretriz.

Por quê? A Duloren reuniu numa campanha publicitária mulheres reais, da vida real, as
solteiras, casadas, magras, altas, gordinhas, e todas sensuais. Cada uma com seu poder
de sedução para mostrar o quanto são poderosas longe dos estereótipos da moda. E
não podemos esquecer que adolescentes, as de vinte anos, aquelas que estão da casa
dos trinta, quarenta, cinquenta, sessenta, setenta em diante também vestem lingerie…
Ou será que as marcas esquecem que deste público? Por isso Duloren, parabéns a
vocês por referenciarem a verdadeira beleza das mulheres de todas as idades, pesos,
cores e amores.

Uma das campanhas assinadas, pela X-Tudo Comunicação, da Duloren traz uma
mulher linda, a modelo Márcia Appelt, de 55 anos, e também integrante desde 2009
do grupo Ladies of the Road. Este grupo reúne mulheres apaixonadas por motos.
(outro estereótipo , mulher também pode gostar de carros e motos). Ela posou ao lado
de sua Harley Davidson com a frase “Quem fica na frente eu passo por cima”. Essa
campanha faz da estratégia que vai rolar nas mídias sociais e nos milhares pontos de
vendas espalhados pelo país.

A Duloren vai além de utilizar mulheres reais em suas campanhas, e está investindo
nas consumidoras, geralmente esquecidas, entre 50 e 80 anos. Mas, isso surgiu
após um levantamento recente da marca que percebeu um aumento no número de
consumidoras nesta faixa etária. Pois, elas estão procurando as linhas mais sensuais.
Agora (pode cair o queixo, como o meu caiu) de acordo com Denise Areal, diretora de
Marketing e Estilo da Duloren, anos atrás esse percentual chegava a 30%, hoje a quase
60%. Isso mostra mudança de comportamentos e sinal de novos tempos. De olho
nesse mercado a Duloren, vai lançar três novas coleções: Dream, Style (com rendas e
cores vibrantes como o roxo) e Sunrise.

Outra campanha linda reverencia a mulher setenta, com Vera Juppa da Silva, 77 anos,
vestindo uma lingerie roxa maravilhosa que mostra a beleza das mulheres reais com
uma frase para pensarmos “2 casamentos, 3 filhos, 4 netos e ainda pego para criar.”
Como eu disse antes porque as mulheres também não podem ter amores diferentes
do que aqueles que a sociedade julga eticamente corretos.

Não poderia deixar de comentar uma das campanhas, que de acordo com a própria
Duloren, em sua página no Facebook, anunciou que conseguiu em menos de uma
hora mais de 400 curtidas. A campanha apresenta três mulheres reais maravilhosas,
de diferentes alturas, etnias, raças, pesos, mas cada uma vestindo lingerie que faz
qualquer homem babar.

Parabéns mulheres, todas vocês estão lindas. Duloren, em nome das mulheres
reais, quero agradecer por finalmente olhar para uma campanha publicitária e
me identificar. Finalmente, podemos olhar para essas imagens e nos imaginar nas
lingeries, ao invés de ficar pensando que não temos corpo como o das modelos das
fotos. Certamente, as mulheres reais estão sentindo-se muito bem representadas.