Ele tem um filho: e agora?

Depois de ter beijado alguns sapos pelo caminho, eis que um deles vira príncipe e, como a vida não é um conto de fadas, ele têm um filho.

Tudo bem que essa, nem sempre, é uma situação fácil de lidar, eu sei. Mas, sinceramente, não acredito que o fato de o seu amor ter um filho de um outro relacionamento seja um problema, o problema pode até ser a mãe da criança. Mas isso é outra história.

 

Vamos falar sobre o que você deve ter em mente para que essa situação toda não se torne um problema para vocês?! Então vamos:

1. Tenha sempre em mente que, por pior que seja toda a situação que envolva o seu amor e a ex dele, a criança não tem nada, absolutamente nada a ver com isso.

2. Nada de reclamar atenção do seu amor nos finais de semana ou nos dias em que ele estiver com a criança, principalmente se isso não incluir a sua presença.

3. Você não tem que educá-la – mas dar uns toques no seu amado quando alguma coisa sair do controle é sempre válido, só tome cuidado para que isso não se torne um hábito, afinal, ele/ela não é seu/sua filho (a).

4. Relacionamentos saudáveis incluem amizade. E, nesse caso, vamos incluir uma coisa fundamental chamada leveza: é hora de se divertir! É bom que você se torne uma espécie de tia, sabe? Afinal, quem não ama quem gente ama?!

Por fim, acho que tudo o que você deve querer desse momento é que o seu amor seja um excelente pai. Fica a dica!

 

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.