Mulheres no volante, perigo constante?

Eu ainda não aprendi a dirigir, mas infelizmente já ouvi milhões de piadas sobre mulheres no trânsito. “Mulher no volante, perigo constante”, “Vai dirigir fogão”, “Cuidado! Sai da frente que vem mulher.” 

Antes, eu dizia que iria me preparar psicologicamente para ouvir essas piadinhas sem graça e não brigar com todos na rua. Mas eu não vou falar nada, porque agora está mais do que comprovado o que todas nós já sabíamos! De acordo com pesquisa da empresa britânica Carrentals, que trabalha com locação de veículos, as mulheres são melhores motoristas do que os homens.

Isso mesmo, pessoal! Nem precisamos dizer “Nós já sabíamos…hehehe”

Na semana passada estava no ônibus indo para a faculdade quando olho para fora da janela e vejo um casal de idosos no banco da frente de um carro. Até aí não era nenhuma novidade para mim, cada dia que passa essa é uma cena corriqueira. O mais importante é que ELA estava dirigindo!

Na mesma hora abri uma megasorriso! Depois fiquei pensando: por que ainda me espanto com estas cenas? Por que quando vejo uma motorista de ônibus, uma taxista ainda há esse choque?! 

Em pleno século 21, depois de tantas mulheres que batalharam por nosso (merecido) lugar no mundo, como Simone de Beavouir, Margaret Thatcher, Joana D’Arc entre muitas outras. E as que lutam atualmente como Malala,  Angela Merkel, Hillary Clinton. Enfim, tantas mulheres que, assim como nós, sabem que não vieram a passeio e que não vão abaixar a  cabeça para esse mundo machista.

E por que, mesmo assim ainda ficamos chocadas com uma senhora dirigindo um carro com um homem ao seu lado e não o contrário?!

Mulheres no volante

Neste contexto, a Chevrolet fez uma campanha no Dia Internacional da Mulher discutindo exatamente que carros não são somente assunto para homens, assim como brincar de carrinho não é somente para meninos. Lembro que quando era pequena ajudava meu tio-avô a consertar o carro dele e ele ficava todo bobo porque eu adorava e os filhos dele não.

Aliás, temos mulheres como piloto de fórmula 1! E temos países como a Arábia Saudita onde as mulheres são proibidas de dirigir. A britânica Susie Wolff assinou contrato com a equipe Williams e passou a participar dos testes em túneis de vento e de desenvolvimento do carro.

Do asfalto para o ar, a TAM tem dois exemplos importantes para o empoderamento feminino: em 2013 nomeou Claudia Sender como presidente, sendo a primeira mulher a controlar uma empresa aérea brasileira e no dia 27 de março teve seu primeiro voo tripulado somente por mulheres paraguaias. Well done.

voo-tripulado-por-mulheres-tamTripulação completa do primeiro voo de “mulheres paraguaias” da TAM | Foto: Facebook

Somos donas do nosso destino e somente nós podemos decidir o que fazer ou não!

Foto destaque: Susie Wolff – Willams F1

Naila Nunes

Estudante

Estudante de publicidade, mas o Plano A era seguir carreira de bailarina. É mãe da princesa Sarah que além de fonte de inspiração para seu blog pessoal é parceirinha de tardes culturais pelo Rio de Janeiro. Apaixonada por livros com cheiro de velho, acredita que a arte pode modificar o mundo.