O que é um homem de verdade?

Afinal, o que ele precisa ter para ser considerado um homem com H? Eu respondo: escrúpulo. Uma pessoa sem escrúpulos é perigosa à sociedade e pior, às pessoas que ela convivem no dia a dia. Ela provoca náuseas e feridas no corpo e na alma. Eu me perguntei sobre isso, lendo sobre uma campanha do Banco Mundial, a favor dos direitos das mulheres e contra a violência exercida contra elas. Quando vejo estas campanhas no ar, fico triste por saber que existem milhares de mulheres sendo massacradas por aí, e a maioria delas, por seus parceiros – pela pessoa que ela escolheu para estar ao lado, dividir uma vida. É cruel, mas real. Esta violência esta em nosso meio, muitas vezes, acreditamos que é na periferia, no beco, na favela, que acontecem os maiores casos de atrocidades, mas não, no condomínio de luxo, na classe média, em todo lugar está este mal. A falta de escrúpulos e a violência contra a mulher não escolhe classe social, nem cor de pele e é um mal real, que precisamos combater.

 A campanha do Banco Mundial traz alguns atores, entre eles Cauã Reymond.

A campanha do Banco Mundial traz alguns atores, entre eles Cauã Reymond.

Segundo o Instituto de Pesquisa da Avon, 91% das pessoas entrevistadas conhecem a Lei Maria da Penha, porém, apenas de ouvir falar – as pessoas não se interessam pelo conteúdo da lei e sua força – ou infelizmente, se calam. Isso faz com que uma entre cada 5 mulheres já tenham sofrido algum tipo de violência
contra um homem. Este número é absurdo!

Para não permitir que estes homens covardes e sem escrúpulos, continuem humilhando suas mulheres com tipos de violências diversas, ferindo sua dignidade como ser humano, precisamos denunciar. Não se cale diante deste tipo de situação. Decida se libertar e não tenha vergonha de denunciar, mesmo que ainda tenhamos poucas delegacias direcionadas às mulheres no Brasil – são 375 espalhadas em cerca de 5500 cidades. Mas isto não pode te impedir de denunciar, de fazer com que sua história ou de uma mulher que você conheça seja interrompida por um homem de mentira. Seja corajosa e faça sua parte. Cabe a você mudar o rumo desta história.

Viviane Duarte

Fundadora

Jornalista e Fundadora do Plano Feminino. Sua paixão está em criar estratégias que inspirem e gerem conexões com propósito por meio de conteúdos e projetos especiais que promovam a igualdade de gênero e o empoderamento feminino na publicidade e sobretudo, na sociedade.