Pessoas com crise de pânico ou ansiedade podem contar com a ajuda de um app criado por mulheres

O aplicativo de celular Be Okay, que está disponível para iOS, foi desenvolvido por três universitárias e tem como função auxiliar pessoas em crise de pânico ou ansiedade. Ele funciona de uma forma bem simples, nas crises a pessoa abre o aplicativo e pode acessar uma animação com exercícios de respiração, já que durante os ataques um dos sintomas é a falta de ar, também pode ver fotos que trazem calma e tranquilidade e essas imagens podem ser selecionadas previamente pelo usuário.

 

Além disso, também é possível acionar a discagem rápida para ligar para alguém próximo que possa auxiliar neste momento, além de outras funções. O aplicativo foi desenvolvido pelas estudantes Gabriella que cursa Design de Mídia Digital, Ana Luiza Ferrer, do curso de Engenharia de Produção, e Helena Leitão, de Sistemas de Informação.

Conforme pesquisávamos para desenvolver o app, nos demos conta de que todos com quem nós falávamos conheciam pelo menos uma pessoa que já teve crise de pânico. É algo comum, e muitas vezes essas pessoas se veem sem qualquer ajuda. Diz Gabriella Lopes.

Várias funções do aplicativo surgiram de sugestões de pessoas que já passaram por crise de pânico ou ansiedade e, além da ajuda imediata, o usuário também pode fazer um histórico com registros e detalhes de quando aconteceram as crises. O aplicativo oferece a opção de preencher, depois dos momentos de crise, um formulário com data, horário e sintomas e duração dos ataques. O objetivo é oferecer ao usuário informações que o ajudem a identificar o que pode ter desencadeado as crises e entender a frequência com que elas acontecem. 

 

 

Kelly Sá

Amante da arte, das palavras. Adora crianças, cachorros e gatos. Formada em Letras, adora trabalhar com conteúdo, fazendo das palavras o seu brinquedo preferido.