Veja o que Chanel fez no guarda-roupa feminino e nem nos demos conta

a-importancia-de-chanel-para-modaFoto: Inside Chanel

Exatamente há 131 anos (19 de agosto de 1883), nascia Gabrielle Bonheur Chanel, menina de origem pobre que mostrou ao mundo que não precisamos nos render à qualquer moda para ficarmos bonitas e confortáveis. Acredito que o maior ensinamento que Chanel nos deixou foi que não é preciso seguir a moda o tempo todo. Que essencial mesmo, é ter estilo.

Mais glorioso que isso, ela nos vestiu de calças e nos mostrou que as roupas não determinam o gênero. Se homens podiam usar calças, por que nós não poderíamos?

Dessa estética masculina vieram seus tailleurs, que são referência de bom gosto e estilo até hoje. Uma peça que nunca sai de moda.

Outro grande ensinamento foi sobre os tecidos e os preços: No começo da sua carreira, ela inseriu tecidos mais baratos na confecção das peças. O escolhido foi o Jersey, que era restrito às roupas intimas masculinas. Muitos estilistas não abriam mão de usar tecido nobres (mesmo em época de guerra). Chanel mostrou que com tecidos bons e baratos também se faz produtos de qualidade.

Chanel não só nos ajudou, nos mostrando que a calça era ótima para mulheres, como também inseriu um clássico muito feminino nas nossas vidas: O vestido preto que todas temos no guarda-roupa, foi ideia de Chanel. (Obrigada, Chanel <3)

Para muitas, ter uma peça da Chanel é pura ostentação e pertencimento. A verdade é que nos acostumamos com o fast fashion e a velocidade da moda,  e não damos valor ao significado e história que tem uma peça. Pouco se conhece da história dessa mulher que empreendeu no início do século XX, abrindo um mundo de possibilidades para nós mulheres.

Para conhecer toda a história, vale a pena ler a linha do tempo no site da marca.

Outra obra incrível sobre Chanel é o filme: Coco antes de Chanel, que conta sua trajetória até a fama.

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.