Você (re)conhece um puxa-saco?

Sabe aquelas pessoas que vivem elogiando, babando e servindo de capacho para outras, na ânsia de serem beneficiadas por tal comportamento? Pois é, vamos dar logo nome aos bois, são os insuportáveis puxa-sacos de nosso dia a dia. Eles estão por toda parte: no escritório, na academia, no elevador, no curso de mestrado – sim, até lá – trata-se de uma espécie que se multiplica, infelizmente. Pois bem, o puxa-saco, baba ovo, e seja lá mais o quê, tem em seu DNA a incapacidade, logo, precisa se colocar sempre na condição de adorador do outro para conquistar algo, seja pessoal ou profissionalmente. É patético, triste e banal, mas verdadeiro. O pior é que muitos não sabem que carregam este comportamento em seu DNA e agem como se sua puxação de saco fosse a coisa mais normal da face da terra. Antídoto? Pessoas bem resolvidas, que não cultivem este tipo de gente por perto e que dê um basta à tanta melação – peloamor! Já dizia Shakespeare: “Aquele que gosta de ser adulado é digno do adulador”.  Alimentar este tipo de pessoa por perto pode ser desastroso – perigoso.

Li um texto que fala sobre e define muito bem este perigo, é do filósofo grego, Epicteto: “Um adulador parece-se com um amigo, como um lobo se parece com um cão. Cuida, pois, em não admitir inadvertidamente, na tua casa, lobos famintos em vez de cães de guarda”.
Você sabe reconhecer um puxa-saco? Conhece um? Ou pior, será que você é um puxa-saco? A gente elencou algumas atitudes que são inerentes a ele,dá uma olhada e se cuida:
Sempre concorda com todos
O puxa-saco nunca toma partido de nada, para agradar a todos, mas no momento certo, joga sua opinião – sempre optando pela opinião de um superior, ou alguém que possa de alguma forma favorecê-lo.


Faz amizades por interesses | Não sabe fazer networking
Ele se desespera sempre que vê um contato que pode trazer algum benefício ou visibilidade a ele. Não se preocupa em ser agradável pelo o que é e força a barra, curtindo e comentando em todos os posts do coitado perseguido, ligando a toda hora e elogiando tudo o que a pessoa faz, sem critérios ou relevância. Não faz amizades com pessoas que não possam ajudá-lo a “vencer na vida”.


Só faz favores para seus superiores
Esqueça, ele nunca vai te ajudar se você não puder dar algo em troca. Ele é expert em atender a todos os pedidos do chefe e se fazer útil a todo momento: puxar a cadeira, buscar, água, limpar o notebook, anotar recadinhos – melhor que a secretária, a propósito. O verdadeiro puxa-saco sabe como agradar, mas sempre exagera pela falta de bom senso e excesso de ambição.
O chefe tem sempre razão
Seja qual for o assunto, o chefe tem sempre razão. Ele nunca discorda e acha que isto o faz significante.

 

Oh,god! Livre-nos desses parasitas. Amém.

 

 

 

 

Viviane Duarte

Fundadora

Jornalista e Fundadora do Plano Feminino. Sua paixão está em criar estratégias que inspirem e gerem conexões com propósito por meio de conteúdos e projetos especiais que promovam a igualdade de gênero e o empoderamento feminino na publicidade e sobretudo, na sociedade.