Ariane tem um Plano: abrir espaço pra outras mulheres terem seu próprio negócio

Ariane Santos é uma mulher que sempre teve sonhos, planos. Entre eles, transformar o mundo, ser o meio de transformação social. Ela é empreendedora na Badu Design, um negócio social de impacto, que produz papelaria artesanal em tecido, com a reutilização de resíduos têxtil das indústrias e confecções.

Já trabalhou em diversas áreas com projetos, marketing, gestão design de estampas e até no setor bancário e governamental. Sempre foi uma mulher acelerada, nunca tinha tempo sobrando.

Em um desses períodos de pura agitação, sua avó teve um problema de saúde e ela parou tudo para cuidar dela por dois anos. “Quando ela faleceu, entrei em depressão e saí deste momento, iniciando meu próprio negócio com R$ 30, fazendo cadernos artesanais. Hoje, estruturei um negócio social, que atua na reconexão das pessoas por meio da arte, design e empreendedorismo e utilizamos em nossa produção resíduos têxteis.”

 

 

Ariane diz ainda que percebe que as pessoas estão buscando cada vez mais ressignificar materiais e que isso foi importante pra ela, inclusive, se conectar com outras mulheres que estavam em um momento de se redescobrirem. Na Badu, Ariane diz que 99% da gestão interna é composta por mulheres, que têm oportunidade de gerir melhor seu tempo, seu desenvolvimento e, com isso, possuem mais autonomia pra definir seu caminho social e econômico a seguir.

Para focar em produtos de qualidade, mas com uma proposta de consumo consciente e reaproveitamento de materiais na Badu, Ariane diz que tudo aconteceu de forma natural. Durante os encontros com as produtoras, uma participante levou uma sacola de retalhos que a costureira , vizinha dela, descartava toda semana.

“Era gigantesco e parei para verificar o quanto uma indústria têxtil descarta. Descobri que são 170 mil toneladas por ano e nem tudo é mensurado. Tendo consciência disso, paramos de comprar produtos e transformamos somente o que chega até nós.”

 

 

 

 

A Badu também tem como objetivo promover transformação social. Ariane diz que trabalha na reconexão dessas mulheres, na busca do autoconhecimento de cada uma, no despertar de suas potencialidades, criando vínculo de rede e incentivando a sororidade entre elas. “O trabalho artesanal é terapêutico e conseguimos aliar a atividades com possibilidades de geração de renda.”

Ariane participou com a Badu Design da Escola Brilhante, que tem como objetivo ajudar empreendedores a criar e aperfeiçoar seu negócio e ela diz que a experiência foi incrível: “Ganhamos o prêmio e foi muito gratificante.

Não só por ter sido premiada, mas porque aprendi mais sobre a gestão, tive mentoria, apoio e uma rede de empreendedoras que até hoje é unida e troca experiências. Foi criada mais que uma rede de trabalho, criamos um vínculo maravilhoso entre as empresas participantes e as iniciativas, que continua até hoje.”

Como mulher empreendedora, ela diz que o preconceito é comum e que já passou diversas vezes por esse tipo de situação em reuniões que realizava com homens.

 

“Eles interrompiam, me explicavam de outras maneiras achando que eu não tinha entendido – como se precisasse – e falavam por mim. Tive que me posicionar educadamente e pedir pra falar, eles ficaram constrangidos e pude me comunicar. Ao final, fechei o negócio.”

 

Em abril, Ariane teve a oportunidade de contar a sua história no TEDx Blumenau com um relato emocionante de como foi sua trajetória até agora. “Quando recebi a proposta, pensei em qual presente eu gostaria de entregar pra todo mundo que assistisse o TEDx, pois o evento sempre foi uma inspiração pra mim.

Quis levar algo genuíno e que vivi, para que outras pessoas pudessem, de alguma forma, ver que por mais difícil que seja, é sempre tempo de recomeçar.”

 

 

Quando chegamos no assunto Planos, Ariane foi enfática e disse, sorridente: “Tenho vários. Como mulher, quero equilibrar todas as áreas da minha vida e respeitar meu tempo, para me redescobrir nesta caminhada. Outro Plano importante pra mim é abrir espaços para outras mulheres.

Levarei a Badu Design e toda a dinâmica de design sustentável para todos os lugares que não têm acesso a este tipo de capacitação por meio de uma caravana. E agora, teremos um espaço maker Badu, que tem o objetivo de conectar as pessoas com arte e desenvolvimento de produtos sustentáveis.”

Para as mulheres que estão construindo seu caminhos e seus planos, Ariane deixa um conselho para que todas possam ocupar os espaços que quiserem. “Não desista, não aceite menos do que você merece e viva em união com outras mulheres. As coisas estão mudando, mas temos muito a avançar. Acredito que a mudança vem com o nosso posicionamento e na busca de nossos direitos.”

A Ariane é pura inspiração. Uma mulher que, com todas as dificuldades que já enfrentou na vida, encontrou seu caminho para a realização de seus Planos. Não desistiu e, acima de tudo, acreditou no que poderia realizar e é assim que ela vai abrindo portas, ocupando espaços e mostrando que todas as mulheres podem fazer o mesmo.

Agora, queremos que você compartilhe com a gente uma história de mulher inspiradora também. É só mandar por e-mail no elatemumplano@planofeminino.com.br que vamos encher essa rede de mulheres poderosas que estão fazendo acontecer mundo afora.

 

Kelly Sá

Amante da arte, das palavras. Adora crianças, cachorros e gatos. Formada em Letras, adora trabalhar com conteúdo, fazendo das palavras o seu brinquedo preferido.