ESTAMOS NAVEGANDO NA TEMPESTADE E A NOSSA MENTE É O NOSSO ÚNICO PRUMO (OU DEVERIA SER).

Em um curto espaço de tempo tem sido puxado acompanhar as notícias e tomar fôlego.

São Georges, Joãos, Miguéis e Ágathas que perdemos todos os dias pelas mais diversas injustiças sociais como o racismo.

São médicas Ticyanas espancadas na rua – por homens e mulheres – por machismo e covardia.

São festinhas em meio à pandemia que colocam a população em risco, tal como o “Baile da Covid-19” promovido pelas mesmas pessoas que violentaram Ticyana, por falta de empatia e compaixão ao próximo. Ticyana, a mesma que atuava na linha de frente para prestar atendimento e salvar vidas.

Um país que nos faz engolir um secretário interino, tapando o buraco da pasta da saúde com um coronel que não tem nem um curso de primeiros socorros, quiçá um curso em medicina. Ah sim, claro! Ele tem curso de paraquedista, tal qual nosso excelentíssimo presidente.

Também não temos mais um Ministro da Educação e, com isso, já não sei mais se é motivo para rir ou chorar porque temo o seu substituto.

Sara Winter é presa.

Queiroz é encontrado em Atibaia.

Brasil registra mais de 50 mil mortes pela Covid-19 até este domingo, dia 21.

Ufa! É uma tempestade de informações e parece que esta chuva não tem previsão para acabar.

Estas foram apenas algumas das notícias mais comentadas e repercutidas nas últimas semanas e, como se não se bastasse, temos ainda o nosso próprio mundo para resolver, né?

E o que isso tudo tem a ver com autoconhecimento e meditação?

Há quem não acompanhe nenhuma destas notícias – e eu conheço algumas pessoas que resolveram se blindar, abdicando dos jornais e noticiários em nome de sua própria saúde mental.

O que seria melhor? Consumir as notícias? Não consumir?

Independentemente disso, ainda tem uma quarentena acontecendo e não podemos esquecer de cuidar da gente.

 

Assim como ensina a meditação, é preciso treinar para encontrar equilíbrio e concentração em nossas ações, emoções e respiração.

 

Estas notícias que citei tiveram grande repercussão (algumas no mundo e outras no Brasil) porque, de fato, são assuntos de grande relevância e que precisam ser discutidos entre a sociedade – além da audiência que cada uma delas dá, claro. É importante que a gente continue fazendo o nosso correto papel de cidadão e levando ao nosso círculo de amizades assuntos importantes como política, racismo, machismo e outros temas que merecem conscientização.

 

No entanto, em paralelo as estas notícias, também existem as notícias boas. Tem coisa boa acontecendo no mundo, sim! Se abdicarmos totalmente das notícias, deixaremos de esbarrar naquelas que podem aquecer o nosso coração.

 

 

É o famoso caminho do meio: nem tanto ao céu, nem tanto ao mar. Nem oito, nem oitenta.

Durante esta quarentena você já deve ter escutado centenas de conselhos, dicas e coisas como “evite as notícias para não pirar, faça um curso, faça yoga e aprenda uma língua nova”.

Alguns conselhos valem ser repetidos e, claro, aprender algo novo é sempre bem-vindo. O que não podemos esquecer no meio disso tudo é que muitas de nós estamos trabalhando em casa e, além disso, muitas de vocês são mamães. Incluir atividades novas na rotina não tá sendo lá uma das coisas mais fáceis né?

E é por isso que eu quero enfatizar aqui algumas coisas simples e deixar algumas dicas que podem ser facilmente aplicadas em seu dia a dia, além de nos ajudar a continuar enfrentando essa pandemia que tem devastado tantas famílias e nos feito engolir a realidade a seco.

 

       

 

  1. Não evite as notícias. É importante para nossa saúde mental que estejamos conectados com o mundo e nos traga noção de realidade. Já estamos parcialmente confinados em casa e, ficar sem saber sobre o que acontece lá fora, é o mesmo que nos colocarmos dentro do BBB sem estarmos preparados para ele. E sem a esperança do um milhão e meio! Porém, não se afunde nas notícias. Siga a dica 02!

 

  1. Determine um horário do seu dia para ler as principais notícias do mundo, e claro, que seja do seu interesse. Inclua nesta “tarefa” buscar boas notícias e bem humoradas. Hoje já existem diversos blogs, sites, perfis no Instagram 100% dedicados a compartilhar histórias positivas, notícias boas e com um toque de humor que acontecem no Brasil e no mundo. Aqui vão alguns exemplos para você acompanhar: Razões para Acreditar, Só Notícia Boa, G1 Olha que Legal, The Dodo, O Lado Bom das Coisas e The Good News Coronavirus. Leia e compartilhe com suas amigas. Faça o dia delas melhor!

 

  1. Separe um caderninho e escreva três coisas boas que você falou, fez ou pensou em seu dia. Pode ser qualquer pequena coisa boa: um relatório concluído, uma receita nova, uma mensagem bacana que você teve tempo de dividir com alguém, uma brincadeira com seu filho ou seu pet, uma vídeo chamada que fez com alguém que estava com saudade ou até mesmo um filme que assistiu. E agradeça por estas três coisas. Se achar que não fez nada de grandioso em seu dia, agradeça por sua vida e pela capacidade de poder respirar. Agradeça se você pode ver ou ouvir ou falar.

 

  1. Sempre medite. Faça uma pausa de 05 a 10 minutos, caso seja iniciante, e esteja presente em sua própria companhia. Esteja consciente em sua respiração. Repita todos os dias e faça disso um treino diário. Precisamos aprender a lidar primeiro com a nossa mente para que possamos lidar com o que está acontecendo aqui do lado de fora.

 

 

Se fizermos da meditação um hábito transformaremos nossa mente no prumo que precisamos para enfrentar as tempestades que acontecem perto da gente. Não importa o tamanho do barco, a intensidade e o tempo de chuva; se o prumo está firme, o barco não afunda.

Bruna Biffi

Sou organizadora de eventos de formação, acredito na excelência do atendimento como solução e me tornei professora de meditação de coração. Com isso, idealizei o Meditai-vos!, perfil no instagram com reflexões e dicas de meditação. Acredito que a solução dos grandes problemas está no autoconhecimento e no exercício da mente. Gosto de música, de comer (muito!) como boa taurina, amo meus pets e utilizo a internet para me informar e me divertir. Minha meta de vida, é viver!Instagram: @meditaivos