Finlândia, o país da pochete

Ah, o verão! É a estação em que as pessoas vão aos parques para caminhar, andar de bicicleta, brincar com os filhos, com o cachorrinho. É a estação em que o Sol se põe mais tarde propiciando algum tempo a mais para o happy hour. Enfim, para aqueles que admitem o clima tropical em que nasceram (por que há aqueles que dariam tudo para ter nascido, sei lá, na Finlândia!), é a estação mais aguardada do ano. Época em que as pessoas usam menos roupas. Época em que homens e mulheres ficam atormentados e desesperados. Por dois simples motivos: a pochete e os pneuzinhos.

É fato, as academias ficam lotadas todo final de ano. É como se a temível ampulheta do tempo de cada um estivesse para esgotar os últimos grãos de areia. E com o tempo para acabar o único desejo em mente é o de se livrar daquela indesejável pochete e pneuzinhos que se formaram durante os meses mais frios (imagino que a Finlândia seja o país da pochete).

E se engana que a tal da pochete e aquelas gordurinhas dos flancos são exclusivamente adereços femininos. Esse acúmulo de lipídios atormenta nove em cada dez homens (esse um que falta é finlandês). Daí acontece à migração em massa de seres humanos femininos e masculinos para as academias. Bem parecido com a migração dos gnus, na África setentrional.

Há inclusive congestionamento nos aparelhos, halteres são disputados como eram disputados os pratos de feijoada no inverno (uma ironia, por que o peso é bem maior – do prato) tem até distribuição de senhas para aulas de bodyattack, bodycombat, bodystep, RPM, powerbalance, powerjump, poweranger (esse último somente para quem for enfrentar as forças malígnas intergalácticas) e uma infinidade de bodys e powers que não caberiam neste texto.

Contudo, vale ressaltar, que os quilos a mais adquiridos ao longo de meses não são simplesmente queimados em alguns dias. Doce ilusão daqueles que pensam que em um mês a pochete será reduzida a uma simples carteira de bolso ou que os pneuzinhos irão para a recauchutagem. Para conseguir a tão desejada barriga de tanquinho leva-se tempo e disciplina.

A primeira coisa a fazer é procurar um médico e fazer um check up completo para ver se a saúde está em dia. O segundo passo é procurar uma academia com profissionais qualificados que irão fazer uma avaliação física e montar sua planilha de treinamento. E atenção: não saia tomando suplementos ou vitaminas “indicados” por amigos. Procure um nutricionista, esse profissional é quem realmente lhe irá indicar o que você pode ou não usar.

E não adianta se matar indo à academia em dois turnos, em um mês não é possível perder as gordurinhas acumuladas em meses. Para ficar com o corpo “sarado” e com a sonhada barriguinha definida é preciso muito esforço e treino.

Para não passar vergonha no verão e fazer bonito com o corpo com formas bem torneadas a melhor coisa é se planejar e executar atividades físicas durante todo o ano, não apenas nos meses que precedem as férias de final de ano. Com a saúde n

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.