Movimento da Fundação ONU pela igualdade de gênero desembarca no Brasil

Garotas são poderosas. Quando elas são registradas ao nascer, recebem educação, saúde e segurança, elas são capazes de transformar suas comunidades.

Esta concepção é a ideia do Girl Up, movimento da Fundação ONU que desembarca no Brasil este mês recebido pelo Plano de Menina, que oferece mentoria para meninas das periferias, e pela Rede Meninas e Igualdade de Gênero (RMIG), coalizão formada por organizações que atuam em prol dos direitos das meninas.

O evento de lançamento acontece dia 25 em São Paulo, na sede do Instituto Alana, membro da RMIG.

Por meio do programa de Clubes do Girl Up, adolescentes aprendem a se organizar para fazer parte do movimento global pela igualdade de gênero. “Nosso papel é oferecer as ferramentas e conectá-las aos mais de 2 mil Clubes que já estão mudando o mundo”, explica Letícia Bahia, representante da Fundação ONU no Brasil.

 

“O Girl Up é uma possibilidade de conexão entre meninas brasileiras e o trabalho da ONU pela igualdade de gênero”, acrescenta Viviane Duarte, do Plano de Menina.

 

“Não é mais hora de falarmos em nome delas. As meninas precisam estar no centro de projetos voltados para elas”, arremata Viviana Santiago, da Plan International Brasil, membro fundador e atual secretária executiva da RMIG.

 

 

O Girl Up começou há 8 anos nos EUA e apoia projetos da ONU em diversos países. Este ano, desembarca também na China, Índia, México, Colômbia, França e Reino Unido.

Vamos juntas ajudar a transformar a vida de meninas e mulheres, mostrando que lugar de mulher é onde elas quiser!

Serviço

Onde: Instituto Alana, Rua Fradique Coutinho, 50, 11º andar – São Paulo, SP

Quando: 25 de agosto, 9h

Confirme sua presença enviando nome e RG para lbahia@girlup.org

 

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.