Segunda-feira eu começo

Quando decidimos fazer uma nova atividade, a empolgação é fundamental para colocá-la em prática. Mas, conforme o tempo passa, esse sentimento vai naturalmente diminuindo. E como podemos fazer para não desistir no meio do caminho?

 

Todo início de semana é a mesma coisa: prometemos que finalmente vamos colocar em prática atividades e hábitos que temos adiado há algum tempo. Pode até funcionar no começo mas, conforme os dias passam, a empolgação vai embora e, mais uma vez, vemos os nossos planos não saírem do papel (ou da tela).

 

Existem algumas razões para isso acontecer, por exemplo, a rotina agitada, que nos deixa pouco tempo disponível para incluirmos novos compromissos na agenda, ou a falta de vontade de concluir  o que está na lista. Para isso não acontecer, pense bem no que escolhe fazer e, assim, não desistir no meio do caminho. Caso isso ocorra, a frustração aparece e leva embora o ânimo para colocar em prática outras atividades, inclusive o seu trabalho.

 

E como realizar algo está entre os maiores desafios que enfrentamos em nosso dia a dia, compartilho algumas recomendações valiosas para que você mantenha a motivação.

  1. Você está disponível? Antes de iniciar qualquer atividade, entenda se tem tempo e energia para se dedicar a ela. Compreenda também se a sua disponibilidade irá permitir que  suas expectativas sejam alcançadas. Por isso, não espere ficar em forma em poucos dias se você só consegue ir à academia uma vez na semana.
  2. Você fez as contas? Além da disponibilidade de tempo e energia, é preciso saber se você tem fôlego financeiro para realizar uma nova atividade. É comum as pessoas desistirem de algo por não conseguirem arcar com os custos.
  3. Qual a relevância? Verifique se o que pretende fazer é importante para o seu momento de vida atual. Por exemplo: pode ser que o seu sonho seja aprender espanhol, mas falar inglês é o que realmente irá abrir portas na sua vida profissional.
  4. Como estou evoluindo? É normal a empolgação do início diminuir conforme o andamento de uma atividade, mas ela não pode desaparecer. Se isso acontecer, algo deve mudar. Por isso, verifique com frequência como se sente em relação ao que faz.
  5. Quais são as opções? Se perceber que algo precisa ser mudado, veja as alternativas que possui. Sempre tenha uma lista com outras atividades. No caso de um curso, você pode ter como primeira opção estudar administração e, como plano B, marketing.

 

Se depois de colocar em prática todas essas recomendações, perceber que não tem conseguido seguir adiante com algumas atividades, pare, pense e entenda porque desistiu de fazê-las. Escrever um diário vai ajudar muito nessa reflexão. E ao identificar a razão de ter desistido de algo, você pode evitar cair de novo nessa armadilha.

Lygia Pontes

Relações Públicas com especialização em Administração de Empresas. É advisor e consultora em felicidade profissional e eficiência. Também é professora e palestrante em temas ligados aos três pilares fundamentais para o sucesso profissional: comportamento, comunicação e gestão Seu propósito é auxiliar pessoas a construírem relações positivas e produtivas mesmo em ambientes competitivos, como os das empresas.