A modelo da Victoria’s Secret que tomou uma atitude após não se adequar ao padrão de beleza da marca

É difícil imaginar qualquer modelo (principalmente uma da Victoria’s Secret) sofrendo com a autoimagem. Mas, para Erin Heatherton foi exatamente o que aconteceu e ela afirmou inclusive que não é nada fácil como as pessoas imaginam.

A modelo já desfilou durante cinco anos para a marca aparecendo regularmente nas campanhas de lingerie e desfiles femininos mais famosos. Mas, em seus últimos dois shows a modelo contou que sofreu uma baita pressão por conta de seu peso.

Heatherton disse que em seus últimos shows ela foi chamada de gorda (SIM, DE GORDA!) e se olhou durante todo mês no espelho diversas vezes sem acreditar no que tinha ouvido.

Pois é. E por causa disso todas nós estamos inconformadas, porque a primeira coisa que pensamos é “se ela é considerada gorda, imagina nós que somos totalmente fora do padrão”, não é mesmo?

Mas afinal, que padrão é esse?

 

Erin Heatherton - Victorias Secret Fashion Show 2011-01-3000x1996
Heatherton em uma das campanhas da marca para lingerie.

 

E em que universo isso é gorda?

Mas aí é que está! Inconformada, Heatherton fez de tudo para perder o peso que mandaram, comendo todos os dias alimentos saudáveis e malhando duas vezes ao dia. Mas seu corpo já não estava mais respondendo e ela teve dificuldade em perder peso daí em diante.

“Realmente fiquei depressiva, porque estava treinando tanto que cheguei num ponto em que chegava em casa, olhava para minha comida e pensava que talvez fosse melhor nem comer aquele dia.”

Sabemos que nutrição é importante e que nosso corpo precisa dos nutrientes corretos. Até que a modelo tomou a decisão mais sábia da sua vida: ela tomou outros rumos e se desligou da marca.

Ela começou a escrever em suas redes sociais o quanto não estava mais feliz e que estava pensando em parar de desfilar para a Victoria’s Secret: “Percebi que eu não poderia sair ao mundo –exibindo um corpo para a indústria da moda e para as pessoas – e ouvir que é muito mais fácil e simples para nós modelos. Seria uma mentira que eu não estava disposta a levar em frente.”

Há algumas semanas ela inclusive postou uma mensagem inspiradora em seu Instagram e que fez muitas mulheres a aplaudirem em pé. O título era “Empoderada pela falha”:

“O desânimo de uma fase de falhas e perda de sucesso em minha vida possibilitou com que eu visse o quão verdadeira eu sou. Em meu momento de falha, olhei no rosto da adversidade. Estava sofrendo com meu corpo,  minha autoimagem e com a pressão de tornar-me algo que não sou. Mas foi assim que encontrei forças para me amar e lembrei de um dos meus ditados preferidos:

“Quase todos os homens aguentam diversidades , mas se quiser testar o caráter dele, dê a ele poder” – Abraham Lincoln.

Eu vejo aquele momento de novo e de novo e o abraço completamente agora. O sentimento que antes considerava como perdedor, foi na verdade um aviso para que eu acordasse e seguisse meu propósito de vida. Decidi largar minha versão fabricada e olhar minha versão autêntica. Tomei a decisão de redirecionar minha energia a “Erin transformada”. No fim, se você não for verdadeira com si mesma, então que p#*r# está fazendo de útil?”

E por que amamos tanto esta mensagem? Porque nos conforta e nos importa o fato de que ninguém consegue permanecer em um padrão de beleza imposta por essa indústria ‘sem noção’. NINGUÉM. E que nunca seremos perfeitas para ela, mas sim para as pessoas certas.

Portanto, ao invés de perder tempo sofrendo e lutando para se tornar algo que não é, não seria melhor acreditar em sua autenticidade? Porque a melhor versão de você, é a verdadeira você.

Então, aplausos para Erin e para mais mulheres como ela!

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.