Mulheres conquistam cargos de liderança e a Ford quer que elas cresçam cada vez mais!

O Plano Feminino adora contar histórias de empresas com propósito, que tragam soluções para que as mulheres conquistem cada vez mais espaço no mercado de trabalho. Recebemos da Ford histórias de mulheres incríveis que formaram um grupo independente justamente para lutar pelos direitos femininos na empresa e o resultado tem sido ótimo para todos. Além disso, a empresa defende e incentiva a diversidade e possui até mesmo uma equipe de mentoria para os funcionários. Que sirva de inspiração!

Em um ambiente que na maioria das vezes tem predominância de homens em cargos de liderança, a Ford mostra que lá, as mulheres têm vez, sim! A empresa apoia e incentiva que elas tenham maior participação em cargos de coordenação, gerência e diretoria e cada vez mais o número delas nestes espaços aumentam na companhia.

Com este objetivo, formou-se um grupo independente e global chamado PWN (Professional Women’s Network), que é um fórum formado por mulheres de diversas áreas e níveis hierárquicos, que tem como objetivo discutir temas ligados à rotina das mulheres dentro da companhia e também como uma ferramenta para promover mudanças culturais e o crescimento pessoal e profissional das funcionárias.

“O PWN é composto por profissionais de idades e cargos diferentes, o que possibilita ao grupo, além de uma visão abrangente das necessidades das diversas áreas da companhia, mais força e voz para discutir os próximos passos e novas oportunidades de desenvolvimento profissional, inclusive com a liderança” , afirma Maria Fernanda Campos, Diretora de Assuntos Tributários da Ford América do Sul.

Maria-Fernanda-8015-683x1024

O PWN no Brasil conta hoje com a participação de 40 mulheres e 2 homens no comitê e eles se reúnem pelo menos uma vez por mês para discutir novas ações e contam com a participação do PWN de outros países da Ford na América do Sul como Argentina e Venezuela.

Andrea Colpas é supervisora de marketing da Ford e faz parte da equipe de PWN coordenando a parte de comunicação do grupo. Ela conta que a Ford estimula a diversidade dentro da companhia com treinamentos constantes e iniciativas como mentoria para os funcionários, onde eles podem tirar dúvidas e receber incentivo por meio de conselhos e experiências para buscar crescimento profissional.

Além disso, Andrea afirma que nunca sentiu nenhum tipo de diferença por ser uma mulher em um cargo de líder.

“A Ford leva em consideração o conhecimento e a competência. Nunca houve nenhuma ocasião, sequer uma reunião em que me senti diferenciada por ser mulher.”

E o trabalho não para por aí. O PWN está buscando novas parcerias para que sejam abordadas questões de liderança feminina em áreas que elas normalmente são minoria, como a de tecnologia, por exemplo. O grupo está em processo de negociação com algumas empresas importantes no mercado de tecnologia, com o objetivo de trazer mulheres para contar suas experiências e como conquistaram seu espaço.

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.