Mylene Ramos mostra que ser mulher, negra e ocupar espaço como juíza é possível, sim

As mulheres são capazes de transformar o mundo. As mulheres negras são ainda mais resistência, porque enfrentam dificuldades ainda maiores diariamente por conta da raça. Neste novembro negro, queremos celebrar suas conquistas, as mulheres que chegaram onde desejavam e continuam ocupando espaços e inspirando outras meninas e mulheres a fazerem o mesmo.

Mylene Ramos é juíza titular da 20ª. Vara do Trabalho da Zona Sul de São Paulo e compartilhou seus sonhos de menina e as motivações que a fizeram chegar onde está. “Quando criança eu nem pensava em ser juíza. Sonhava em ser cientista, escritora e pensei até em ser caminhoneira.”

Para chegar ao cargo de juíza, ela diz que foi necessário quebrar barreiras, estudar muito e se esforçar. A caminhada não foi fácil, mas ela diz que estar nesse espaço é muito importante para que ela possa ajudar as pessoas e inspirar outras a chegarem aonde quiserem. “Sempre gostei de estudar e desde muito cedo. Lia muito e gostava de redigir. De certa forma, eu era autodidata desde pequena. O hábito da leitura e a redação me ajudaram muito na carreira jurídica”.

 

 

Quando decidiu ingressar no curso de Direito, Mylene diz que uma das motivações foi acreditar que essa seria uma profissão que poderia lhe proporcionar independência e que também fosse possível ajudar outras pessoas e também oferecer um suporte financeiro aos seus pais.

“A carreira jurídica te abre um leque de possibilidades de trabalho, inclusive advogando por conta própria. Para uma menina negra e da periferia era também uma forma de driblar a discriminação racial na hora de conseguir um emprego”.

Além de atuar como juíza do trabalho, Mylene confessou pra gente que a fotografia é uma de suas paixões, além de cozinhar e ter um tempo pra ficar com seus animais de estimação. “Adoro fotografia. Fiz um curso anos atrás, quando ainda o digital não era tão usado. O que eu mais gostei foi atuar na revelação, um processo mágico em que as imagens se revelam aos poucos. Também adoro cozinhar e inventar pratos vegetarianos e saudáveis. Além disso, passar um tempo com meus filhos de 4 patas é algo que amo fazer.

Mylene é mais um exemplo de mulher negra que está fazendo acontecer, ocupando espaço e sendo uma mulher que representa tantas outras que desejam alcançar o sucesso profissional e não se intimidar diante de situações de dificuldade. Acredite em quem você é. Vamos hackear o sistema e colocar cada vez mais mulheres em espaços de poder, em espaços de destaque, para mostrar que todas podem e vão ocupar seus espaços. #NegrasOcupam

 

Kelly Sá

Amante da arte, das palavras. Adora crianças, cachorros e gatos. Formada em Letras, adora trabalhar com conteúdo, fazendo das palavras o seu brinquedo preferido.