5 mulheres que já foram desrespeitadas por Silvio Santos

Silvio Santos é considerado um dos grandes comunicadores do país e tem um trajetória de sucesso invejável. Já foi camelô antes de se tornar dono de uma das maiores emissoras de TV aberta brasileiras, o SBT.

Mas, o homem do baú tem colecionado uma série de momentos constrangedores ao lado de mulheres e ele não se intimida nem um pouco em desrespeitá-las em rede nacional. Afinal, quem pode parar o dono da emissora e dizer a ele que o que faz é nojento?

Prestes a completar 88 anos, Sílvio parece não ter limites. Selecionamos 5 momentos em que o apresentador foi machista, preconceituoso ou assediou mulheres durante um de seus programas na TV.

1 – Claudia Leitte

Este é o caso que tem ganhado grande repercussão esta semana por ser o mais recente. Neste fim de semana, durante o Teleton, Silvio Santos disse que não poderia abraçar a cantora porque ficaria excitado e em outro momento afirmou que a “culpa” disso era a roupa que usava, porque era provocativa e que antes ela não era assim, era apenas uma mulher bonita.

Os comentários deixaram a cantora extremamente constrangida e ela se manifestou por meio das redes sociais:

“Aonde quer que eu vá, minha entrega é total. Tem que ser com todo amor do mundo, especialmente quando se trata de contribuir para o bem de alguém. Senti-me constrangida sim! Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo. A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal! E lá se vai a nossa vida, cheia de reflexões quanto ao que usar como artista, como empresária, como esposa, como amiga, como empregada, como patroa… como mulher. Até que horas podemos estar nas ruas? Aprendemos a nos esquivar. Fizemos concessões porque fomos educadas assim. Mas, nós que somos vítimas! ‘Ah, mas se estivéssemos usando outra roupa?’. Definitivamente a culpa não é do que estamos usando! A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres! Eu, como cantora, ciente do meu papel e da responsabilidade que carrego, sentia que precisava dizer isso a vocês, meus fãs, e a todas as pessoas, em especial às mulheres, que longe do olhar público sofrem todos os dias”

 

View this post on Instagram

Aonde quer que eu vá, minha entrega é total. Tem que ser com todo amor do mundo, especialmente quando se trata de contribuir para o bem de alguém. Senti-me constrangida sim! Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação, o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo. A provocação vem disfarçada de piada, e as pessoas riem, porque acostumaram-se, parece-nos normal! E lá se vai a nossa vida, cheia de reflexões quanto ao que usar como artista, como empresária, como esposa, como amiga, como empregada, como patroa… como mulher. Até que horas podemos estar nas ruas? Aprendemos a nos esquivar. Fizemos concessões porque fomos educadas assim. Mas, nós que somos vítimas! “Ah, mas se estivéssemos usando outra roupa?” Definitivamente a culpa não é do que estamos usando! A culpa é dessa atitude constrangedora e de dois pesos e duas medidas. Somos livres! Eu, como cantora, ciente do meu papel e da responsabilidade que carrego, sentia que precisava dizer isso a vocês, meus fãs, e a todas as pessoas, em especial às mulheres, que longe do olhar público sofrem todos os dias.

A post shared by Claudia Leitte (@claudialeitte) on

 

2 – Fernanda Lima

Em julho de 2017, o alvo dos comentários machistas de Silvio Santos foi a apresentadora Fernanda Lima. Durante um vídeo que o apresentador exibiu em seu programa, onde Fernanda aparecia, ele foi muito infeliz ao dizer: “Com essas pernas finas e essa cara de gripe, ela não teria nem amor nem sexo. Na época ele respondeu o comentário machista com um “Silvio, por que não te calas?”.

 

 

Sem reconhecer sua fala ofensiva, Silvio respondeu a atriz dizendo que não se calaria e ela publicou em seguida nas suas redes: “O corpo da mulher não é território público onde se pode meter a mão, avaliar, invadir, usar, agredir. Sigamos firmes e juntas construindo um grande abrigo de proteção para todas as mulheres contra qualquer violência machista.

A gente vê quando ele faz uma zombaria falando do cabelo de uma menina negra, de uma adolescente que está gorda, que a outra é muito magrela e tem cara de gripe. Com isso, ele impulsiona a provocação a todos os homens para que eles reproduzam isso dentro de suas casas”, disse ela. “É um belo momento para colocar a mão na consciência e o Silvio também, por que não? É um ser humano como outro qualquer, então ele também pode fazer isso. As pessoas dizem que os homens mais velhos não mudam, mudam sim. É importante mudar. Ele tem sete filhas, é um cara de um poder absurdo, maravilhoso, de um carisma, não tem o que falar. Então que ele consiga usar esse poder para acabar com a opressão”.

 

3 – Bailarina de Anitta e a própria cantora

A Anitta tem buscar trazer diversidade para sua equipe e há algum tempo conta com uma equipe maravilhosa de bailarinas plus size. Mas elas também não ficaram pra trás quando o assunto é Silvio Santos. Durante o Teleton de 2016, ele foi machista e racista durante a apresentação das bailarinas de Anitta, além de “apalpar” o bumbum de uma das moças.

 

 

Uma das dançarinas, que é modelo plus size negra, ouviu do apresentador a seguinte frase: “Você é graciosa, embora seja a única negra entre as brancas, mas é bonita” e o show de horrores não parou por aí. O apresentador ainda completou “quem casar contigo vai ter dois prazeres: um na hora do bem bom e outro na hora em que você sai de cima”.

No mesmo programa, Silvio voltou fez a mesma “piadinha” sobre ficar excitado com Anitta quando ela o convidou para dançar com ele e claro, ela ficou bastante constrangida. Parece que o apresentador não tem limites mesmo.

 

 

4 – Maisa Silva

Como esquecer que Maisa começou pequenininha, aos 3 anos apresentando programa infantil no SBT e participando de programas do Silvio mostrando desde pequena sua personalidade forte, de falar o que pensa. Já crescida, Maisa também passou por um momento totalmente desnecessário durante o programa do Silvio Santos.

Em junho de 2017, ela se apresentava em um game no programa com Dudu Camargo enquanto Silvio, insistentemente insinuava que os dois poderiam ter uma relacionamento, ignorando completamente o fato de que Maisa tinha 15 anos à época e Dudu já era maior de idade. Na ocasião, por diversas vezes ela se mostrou incomodada com a insinuação, o que não fez com que o apresentador parasse com as “brincadeiras” e chegou a chorar por ser exposta dessa maneira.

 

 

Em agosto desse ano, a saia justa se repetiu. Durante gravação, Silvio Santos disse que Dudu Camargo é o grande amor da vida da atriz e que ela não conseguia tirá-lo da cabeça. Ela, por sua vez, decidiu ironizar a fala dele, com a melhor cara de deboche: “Eu realmente não consegui superar o Dudu, tanto que fui até Nova York para tentar esquecê-lo”.

Talvez o apresentador tenha percebido que a conversa era totalmente inconveniente e tratou de desconversar, dizendo ainda que o Ministério Público baixou no SBT em junho do ano passado, após o primeiro episódio com as brincadeiras de mal gosto.

 

5 – Julia Oliver

Julia Oliver era atriz de Chiquititas, em 2014, quando interpretava a personagem Pata na novela exibida pelo SBT. Durante o Teleton daquele ano, parte do elenco esteve no programa.

Como eram todas crianças, Silvio Santos perguntou a cada um o que queriam ser quando crescessem. Quando a atriz Julia Olliver, de 11 anos na época, respondeu que queria ser atriz ou cantora o apresentador ironizou. “Mas com esse cabelo?”. Espantada, ela respondeu: “Como assim?”. Silvio apenas riu e continuou com as perguntas para as crianças.

 

 

O assunto foi um dos mais comentados do Twitter. Teve quem defendesse o dono do SBT, alegando que foi “apenas uma brincadeira”, mas a maioria percebeu o comentário ofensivo, acusando Silvio de racismo e pedindo retratações do apresentador.

 

 

No mesmo dia, a atriz usou Twitter e Instagram para postar uma montagem em tom de resposta. “Em um país como o nosso, onde a mistura de raças está por todos os cantos, fico triste em ouvir certos comentários maldosos, mas ainda assim agradeço a DEUS todos os dias por ser saudável, ter minha família, ter amigos verdadeiros e trabalhar no que amo, nada e nem ninguém vai apagar o meu talento. Nada do que me falarem por essa vida afora vai fazer mudar meu caráter. Esse sim é mais importante que meu cabelo. Amo meu cabelo”.

 

Nenhuma mulher deve ser julgada pela sua pele, pelo seu cabelo, pela roupa que veste. Nenhuma mulher merece ser assediada, desrespeitada, exposta em público. Não vamos mais admitir que situações de assédio e desrespeito sejam naturalizados. Este é o tipo de violência que mulheres enfrentam diariamente e é silenciada seja por vergonha, por medo de retaliação ou julgamento.

Estamos aqui para mostrar que mexeu com uma, mexeu com todas. Não iremos nos calar, mas sim, se unir cada vez mais contra o assédio, o machismo, o racismo, a gordofobia, a misoginia. Vamos juntas!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Kelly Sá

Amante da arte, das palavras. Adora crianças, cachorros e gatos. Formada em Letras, adora trabalhar com conteúdo, fazendo das palavras o seu brinquedo preferido.