A atriz Samara Felippo faz homenagem à jogadora Marta e é atacada no Instagram

A atriz Samara Felippo é conhecida não só por seus trabalhos na tv, mas também por ser extremamente ativa nas mídias sociais, com posicionamento a favor dos direitos das mulheres e também sempre se colocando contra o preconceito racial, de classe ou gênero.

Na última semana, ela compartilhou em seu Instagram uma foto da Marta, jogadora de futebol, fazendo a ela uma grande homenagem à craque da Seleção Brasileira de futebol, que é a maior artilheira de todos os tempos, com mais gols que o Pelé, que fez 95 gols com a camisa da Seleção, enquanto Marta fez 101 até agora.

Para homenagear a jogadora, Samara fez um post no Instagram e, na legenda, escreveu: “Só para lembrar: Marta é a maior artilheira da história da Seleção”. Mas, muitos seguidores criticaram sua postagem, dizendo que agora é hora de dar destaque para a Seleção Masculina na Copa do Mundo.

 

View this post on Instagram

Só pra lembrar… 🌹

A post shared by Samara Felippo (@sfelippo) on

Os posts eram indignados, como se Samara não pudesse expressar sua opinião e reforçando o que falamos sempre por aqui, que mulheres normalmente tentam ser silenciadas e, além disso, nas profissões tidas como masculinas, mulheres não são valorizadas: “Nada a ver esse post. Não é o momento da Marta e nem da seleção feminina. Agora é a hora dos homens”, disse um dos seguidores. O que dizer então deste outro post?

 

”Quantas vezes na tua vida tu assistiu a um jogo feminino? Nunca, certeza. Qual os nomes do time de futebol feminino? Não sabe, não é? Queria só lacrar, ganhar curtidas de mulheres que não se depilam, tua turma, hipócrita”.

 

O que não faltam, são postagens do tipo: “Odeeeioo essas feministas. Não tenho paciência”, comentou mais um. “Mas não é Copa feminina, é masculina! Só pra lembrar!”.

Samara Felippo rebateu vários comentários e no dia seguinte, a atriz postou a mesma foto, ironizando as reações dos seguidores: “Hoje eu posso porque não tem jogo. Ai ainda bem!”. Os comentários? Continuaram sendo agressivos, especialmente por parte do público masculino.

É triste vermos como tentam nos inviabilizar enquanto mulheres. É triste que tenhamos que rebater comentários, xingamentos e ofensas de algo tão simples, como foi a homenagem feita pela atriz a uma jogadora tão importante.

Hoje, os olhos estão todos para a Seleção masculina de futebol, mas isso não tira o brilho do que as mulheres também já realizaram pela seleção. Aliás, elas são reconhecidas por isso?

 

 

No futebol, como em várias outras áreas, mulheres têm pouca visibilidade, poucas oportunidades de patrocínio, poucas emissoras querendo falar sobre suas carreiras. Os salários? Difícil falar, né? Há uma discrepância muito grande em relação aos jogadores masculinos.

É preciso falar sobre isso, sim. Samara fez ecoar nossa voz. Estamos aqui na torcida pela Seleção Masculina. Queremos, sim, que eles conquistem o hexa, mas também queremos ver as mulheres, a nossa Seleção Feminina, terem as mesmas oportunidades e a mesma torcida, o que ainda não acontece na mesma proporção.

Queremos mais empatia e menos ofensas. Queremos um mundo mais igualitário, onde mulheres não tentem ser silenciadas por expressar suas opiniões, onde elas ocupem os lugares que quiserem, porque também são seus por direito. Queremos igualdade, queremos andar em parceria com os homens, queremos trabalhar juntos pelos mesmos direitos e deveres. É tão difícil assim?

 

Kelly Sá

Amante da arte, das palavras. Adora crianças, cachorros e gatos. Formada em Letras, adora trabalhar com conteúdo, fazendo das palavras o seu brinquedo preferido.