Afinal, o que querem as sogras?!

 

Não, não estou aqui para falar aquele mimimi clássico de que a mãe do seu amor quer que você o ame, que o faça feliz, blá blá blá. Não vim falar o óbvio.  

Pouco importa se a sua sogra faz a linha descolada, se ela é ciumenta, se ela é amiga, se ela quer te ver bem longe dela, se ela acha que é sua mãe também: nem sempre é fácil lidar com essa figura feminina tão importante na vida do seu amado, mas, pode ficar tranquila, não vou falar mal da minha sogra, nem da sua, se você tiver uma. Vou falar de uma coisa fundamental: espaço. Porque, às vezes, é meio difícil delimitar espaço nesse tipo de relacionamento.  

É, porque, pode ser que ela ache que você ocupa o lugar dela (ou ela pensa que você acha que ocupa, sei lá). Por exemplo, esses dias eu ouvi uma assim “Quando a mãe não dá jeito, a mulher dá”.  Essa frase ecoou na minha cabeça e eu fiquei pensando na diferença de mentalidade entre as gerações. Sim, porque, antigamente, as mulheres eram meio mães dos maridos – com aquela coisa toda de ser Amélia e tal – e, hoje em dia, eu acredito que estejamos com uma mentalidade de parceria, do “vamos fazer junto”. Ou seja: você não tem que ser a mãe dele.

Delimitar espaço é fundamental, é o primeiro passo. Impõe respeito, sabe? Acho também que, além de ter o lugar dela reservado no coração dele, toda sogra quer que você lave a louça.  Foi isso mesmo que você leu: sua sogra quer que você lave a louça. Sabe aquela parte que eu falo da mentalidade das gerações? Lê de novo. rs

Sério, toda sogra adora quando a nora lava a louça. Se você ainda não tinha reparado nisso, repara só.  Isso tudo porque, talvez, pode ser que o simples ato de deixar a cozinha arrumadinha demonstre preocupação da sua parte, preocupação com esse lugar tão importante para ela.  Portanto, se o seu relacionamento com a sua sogra não vai muito bem, experimente lavar a louça. Depois me conta!

 

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.