Armelle tem um plano: fazer das empresas um lugar mais humano e que promova o bem-estar

Armelle Champetier é uma francesa apaixonada pelo Brasil e cheia de Planos pra realizar por aqui. Nascida no México, ela vem de uma família que sempre quis conhecer o mundo e sempre teve uma ligação muito especial com o Brasil porque sua irmã mora no país já há muitos anos.

Se formou em Administração na França, mas sua vontade de rodar o mundo batia muito forte no peito. Foi aí que decidiu se arriscar, fez intercâmbio na Rússia, passou por um estágio na Austrália e, para realizar seu sonho de vir para o Brasil, em 2009 se candidatou a uma vaga de trainee na área financeira de uma multinacional e veio trabalhar em solo verde e amarelo.

Depois de um tempo e em busca de novos desafios, Armelle foi para um outra empresa onde era o braço direito do Diretor financeiro da América Latina e disse que foi um período de muito aprendizado, mas bastante cansativo também: “Foi uma época bem intensa de trabalho, porque a empresa estava crescendo muito, trabalhava por muitas horas sem parar e comecei a me questionar muito porque sentia mais que essa era a carreira que queria seguir.”

Armelle viu que não queria seguir uma carreira tradicional. Não queria entrar em uma empresa e ser uma executiva. Foi aí que ela procurou se entender melhor, pra ver onde se encaixaria. Buscou uma coach de carreira, começou a praticar yoga para aliviar o estresse do estilo de vida intenso que estava vivendo e se apaixonou pela prática.

 

“Decidi mudar porque me dei conta de como a gente sacrifica a vida pessoal, com a família, porque temos uma cultura de investir muito mais tempo e energia na carreira do que com as pessoas que a gente ama e eu queria exatamente ter mais momentos com os meus.”

 

Pensando em ter mais qualidade de vida, Armelle começou a planejar sua saída da empresa para investir em algo que acreditasse e a fizesse feliz. Saiu em 2016 e fez contato com uma amiga da faculdade, na França, e que passou pelo menos processo de ressignificar sua vida profissional e havia criado uma empresa, chamada Yogist.

A Yogist tem o objetivo de trabalhar o yoga dentro das empresas, com foco em diminuir o estresse e também lesões de pessoas que passam muito tempo sentadas. Além disso, é um método que trabalha concentração e relaxamento.

Com um método pioneiro, Armelle queria montar um negócio semelhante no Brasil e, num papo com a amiga que criou a Yogist, juntas decidiram que era a hora de trazer a marca para cá.

“Eu percebi que havia muito potencial no mercado brasileiro porque as pessoas têm muito estresse, uma carga horária de trabalho bastante pesada, vivem sob pressão e, por isso, as empresas se preocupam mais em investir na qualidade de vida dos seus colaboradores.”

 

 

Para investir no seu próprio negócio, Armelle disse que buscar conhecimento foi essencial. Ela fez um treinamento na Índia, para se tornar habilitada para ser instrutora de Yoga. Depois, foi para a França conhecer como a Yogist funcionava e se integrar do método praticado.

“Para atuar dentro das empresas, era importante entender como funcionaria a prática da yoga na cadeira de trabalho, com atividades que podem ser realizadas de forma simples, por qualquer pessoa, mesmo as que nunca praticaram nenhuma atividade física.”

 

 

Para entrar nas companhias, Armelle investe em eventos e jantares corporativos para apresentar seu negócio. Nestes espaços, ela percebe que muitas vezes é a única mulher presente, geralmente mais nova que a maioria das pessoas e que veem a Yoga como uma prática feminina: “Tem quem ache que não é viril, que não é algo pra homem. Eu preciso constantemente provar o meu valor nesses espaços. Este é sempre um grande desafio.”

Ela ainda completou falando que os preconceitos normalmente aparecem de forma velada.

 

“Ainda é difícil perceber que alguns homens falam comigo porque sou uma mulher e não necessariamente porque se interessam pelo que faço e isso é um pouco constrangedor. Preciso mostrar o tempo todo que tenho meu valor como profissional e que também posso ocupar esses espaços.”

 

Os Planos da Armelle hoje estão todos voltados para o seu negócio: “Meu plano é fazer das empresas um lugar mais humano e despertar nas companhias a responsabilidade de promover o bem-estar. Quero ver a Yogist crescer cada vez mais e ocupar cada vez mais espaços nesse mercado.

Para as mulheres que estão procurando ocupar espaços, o conselho que Armelle quer deixar a todas é que acreditar no seu potencial é essencial para ter sucesso em qualquer espaço.

Percebo que as mulheres se questionam muito e perdem a confiança. Temos que acreditar que somos capazes. Não deixe sua mente trilhar pela dúvida, mas pelo caminho da determinação. Entenda qual é a sua força para saber qual caminho seguir e acorde, todos os dias, acreditando que você é capaz de ser quem você quiser.”

A Armelle está aí para mostrar que a gente realmente é capaz de realizar coisas incríveis quando acreditamos em nós mesmas, quando confiamos no nosso potencial. É essencial o autoconhecimento e saber aquilo que deseja realizar para tirar todos os planos do papel e fazer com que eles se tornem motivo de orgulho.

Vem conta pra gente mais histórias cheias de inspiração! Manda por e-mail no elatemumplano@planofeminino.com.br que a gente quer dividir esses planos incríveis que muitas mulheres estão realizando por aí.

 

 

Kelly Sá

Amante da arte, das palavras. Adora crianças, cachorros e gatos. Formada em Letras, adora trabalhar com conteúdo, fazendo das palavras o seu brinquedo preferido.