Consumo: as mulheres decidem

 

Há tempos o mercado tem observado e se dedicado a agradar a nós, mulheres, não só por nossa beleza (rs), mas porque instituições de pesquisas nacionais e multinacionais têm estudado nossa ascensão no mercado e na sociedade e detectado números impressionantes que impactam diretamente os negócios de uma empresa. Segundo pesquisas do Instituto Nielsen, as mulheres têm cerca de 80% do poder de decisão de compra do mercado. Influenciamos, persuadimos, somos críticas e consumidoras extremante exigentes. Quando não estamos comprando diretamente um produto, estamos dando nossos pitacos e convencendo nossos namorados, maridos, pais, amigos a adquirirem este ou aquele produto ou serviço, segundo nossas impressões. E os homens – não porque não têm opinião, mas porque confiam em nossas observações – aderem às dicas e passam a consumir produtos e serviços influenciados por nós. A gente é fogo, né? 😉


No último dia 09, o instituto de pesquisa Data Popular, conhecido por estudar especialmente o comportamento de consumo das classes C, D e E, apresentou uma pesquisa que mais uma vez comprova: nós mulheres somos poderosas influenciadoras no hábito de consumo masculino. Separei aqui algumas informações importantes da pesquisa que mostra todo este poder. Selecionei por segmento qual o percentual de produtos consumidos por homens que foram escolhidos a partir de uma opinião feminina. Dá uma olhada:

 

Alimentação: 86%


Orçamento doméstico e planejamento das férias familiares
: 82%
 

Higiene e Limpeza: 82%
 

Carro: 69%
 

Vestuário: 77%
 

Produtos de tecnologia: 56%

Viviane Duarte

Fundadora

Jornalista e Fundadora do Plano Feminino. Sua paixão está em criar estratégias que inspirem e gerem conexões com propósito por meio de conteúdos e projetos especiais que promovam a igualdade de gênero e o empoderamento feminino na publicidade e sobretudo, na sociedade.