Corpo saudável sem autossabotagem

Se você me perguntar sobre QUALQUER tipo de dieta é bem possível que eu já tenha feito e possa de dizer sobre. A do limão, do abacaxi (aquela da boca cheia de aftas, sabe?), da tabela de calorias, do glúten, dos legumes, enfim. Já viu que minha lista é grande,né? Só para dizer que já fui louca por dietas e já cometi as piores loucuras por um corpo que considerava perfeito. Já contei aqui que até anorexia eu desenvolvi na adolescência por conta e tanta paranoia e isso definitivamente me fez repensar a minha relação com meu corpo e comigo mesma. Descobri o que era autossabotagem cedo e precisei ficar doente para entender que meu corpo NUNCA iria ficar igual ao das modelos das capas de revistas.

corpo-dieta-saudavel-verao

Meu corpo era meu corpo. Eu precisava cuidar dele sem loucura. Não comer, não adiantaria. Malhar demais também não. Eu precisava ter bom senso e acima de tudo, gostar de mim. As vezes a gente se encana com coisas idiotas – até mesmo sem querer – e começa a se achar a primeira bolacha de maisena do pacote, sabe como? Aquela que vem quebrada e passa despercebida de todos.

Quando vejo casos como o da Andressa Urach e tantas outras, que num excesso de distorção de imagem doentio buscam métodos duvidosos para ficarem todas iguais, parecendo mulheres feitas em série, me espanto. Tenho pena. Lamento. Já estive quase lá. Não na busca de uma bunda grande à base de hidrogel, mas querendo um corpo que não era possível para meu biótipo, a menos que eu ficasse doente como fiquei.

O fato é que somos diferentes uns dos outros e descobrir que corpo perfeito é o resultado de nossas escolhas e cuidados no dia a dia – sem excessos – me levou a um corpo saudável. A um estilo de vida mais leve e menos agressivo. Há alguns anos adotei atividades físicas que me fazem bem, comecei a me alimentar melhor, escolhendo frutas, verduras e cereais ao invés de frituras e gorduras. Mas não deixo de comer um, dois, três (já tá bom,né? rs) brigadeiros sem culpa!

Se eu pudesse de dar um conselho eu diria que a vida é muito boa para ficar contando calorias e se achando feia. Para quê deixar de usar biquíni num dia lindo de sol ou aquela saia que você gosta tanto? Curta seu corpo! Comece a pensar em você, em como você é e como deseja estar, independente de arquétipos, do que esteja nas capas de revistas. Cuide de seu corpo para garantir dias felizes, com saúde e disposição.  Para viver muitos verões e paixões.  Escolha fazer alguma atividade que não te deixe de saco cheio, que te ajude a queimar os açúcares ruins do corpo e a sentir aquela adrenalina boa de felicidade. Escolha olhar no espelho e sorrir para você. Este é um exercício incrível que vai te deixar com a pele boa e o coração feliz.  No final de tudo, suas escolhas farão toda diferença ao longo de sua vida. Então, capriche! Cuide-se.

 Confira todos os textos do Plano de Verão clicando AQUI.

Viviane Duarte

Fundadora

Jornalista e Fundadora do Plano Feminino. Sua paixão está em criar estratégias que inspirem e gerem conexões com propósito por meio de conteúdos e projetos especiais que promovam a igualdade de gênero e o empoderamento feminino na publicidade e sobretudo, na sociedade.