Documentário maranhense apresenta mulheres de São Luís que atuam como empreendedoras sociais

Lançado em São Luís (MA), o documentário maranhense “Mulheres que Transformam a Ilha”, conta a história de empreendedoras que geram desenvolvimento e impacto social positivo na capital maranhense. O filme, que teve sessão de lançamento exclusiva em janeiro, será exibido neste mês em São Paulo.

O documentário faz parte do projeto Su casa, Mi causa, que nasceu em abril de 2017, com a intenção de usar o audiovisual para contar histórias de empreendedores sociais. O termo “empreendedorismo social” designa uma forma de empreender com a missão de gerar impacto positivo para o enfrentamento de problemas sociais, como falta de acesso a educação, baixa geração de renda, dar acesso serviços básicos de saúde, dentre outros.

“Reconhecer o trabalho das mulheres que já fazem esse tipo de trabalho e inspirar outras pessoas é o propósito do documentário, além de destacar a força da mulher em seus diferentes contextos e realidades sociais. Esse material fala de São Luís, mas trata de um cenário que pode ser encontrado em qualquer parte do país”, afirma Monique Moraes, idealizadora do projeto Su Casa Mi Causa.

Foram entrevistadas representantes de ONGs, cooperativas, negócios sociais e projeto social para apresentar os diferentes perfis e formas de atuar distintas.

“O que me inspirou a aceitar foi poder dar voz a mulheres que lutam para mudar efetivamente a vida de uma comunidade. Mas o que me fez aceitar efetivamente foi saber que seríamos um grupo onde todas doariam seus conhecimentos para tornar o doc possível”, afirma Quilana Viégas, videomaker.

À frente desse trabalho estão quatro mulheres: Monique Moraes (produtora), administradora e idealizadora do Su casa, Mi causa; Quilana Viégas (videomaker), fotógrafa e produtora na Arroz de Cuxá Produções; Ingrid Barros (videomaker), fotógrafa, advogada e editora no site Sobre o Tatame; Luiza Fernandes (editora), jornalista e produtora na Mirima Produções.

 

 

“Me sinto realizada por fazer parte desse trabalho, que fala da realidade do estado em que nasci de uma maneira inovadora, pois nunca se falou de empreendedorismo social dessa maneira. É uma grande oportunidade participar e fazer parte de uma equipe só de mulheres maranhenses, que fala de iniciativas encabeçadas por mulheres maranhenses.”, diz Luíza Fernandes, editora do documentário e a Ingrid Barros completa: “O que me inspirou a fazer esse trabalho foi a parceria feminina. Mulheres se juntando pra fazer um trabalho sobre outras mulheres pra inspirar mais mulheres.”

A exibição em São Paulo ocorrerá dia 18/04, às 19h30, no auditório do Campus São Paulo. A entrada é gratuita, mas os interessados precisam fazer inscrição pelo Sympla.

O filme estará ainda disponível no canal do Youtube do Projeto Su Casa Mi Causa, até o final do primeiro semestre de 2018.

Sinopse Mulheres que Transformam a Ilha

As diferentes realidades das mulheres empreendedoras sociais no contexto de São Luís-MA, é o tema central desse trabalho. O documentário destaca os desafios que a mulher ainda enfrenta para empreender, seja por questões financeiras, por falta de acesso a melhores oportunidades, ou pela desigualdade de gênero.

Em 32 minutos de filme, os relatos tocam em pontos importantes para o desenvolvimento do empreendedorismo social no cenário local, além de destacarem o que já está sendo feito e dando certo. Os relatos são pessoais, de mulheres que atuam como empreendedoras, pesquisadoras ou ligadas a organizações de fomento.

E ainda que o cenário não seja o esperado, essas mulheres deixam clara a força que a coletividade tem para transformar.

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.