Filme sobre a dupla Luli e Lucina vence festival de documentários musicais

O filme “Yorimatã”, sobre a dupla de cantoras e compositoras Luli e Lucina, foi o grande vencedor da 7ª edição do In-Edit Brasil, festival internacional de documentários musicais, levano os prêmios de melhor longa do júri popular e do júri oficial do evento.

Luli e Lucina marcaram a história da música brasileira com suas importantes composições em gêneros como samba, rock e MPB para artistas que vão desde Ney Matogrosso até Tetê Espíndola. Por exemplo, sabia que “Bandoleiro” e “Coração Aprisionado” são delas?

O longa de Rafael Saar remonta a trajetória da dupla, pouco conhecidas das novas gerações, em meio ao contexto da contracultura e do movimento hippie nos anos 1960 e 70.

 

 

As duas fugiram dos holofotes nos anos 1970 para viver em um sítio com seu marido, o fotógrafo Luiz Fernando Borges da Fonseca, com quem elas viveram um relacionamento a três, e que foi responsávrl por registrar esses momentos em gravações em 8 mm.

Por ter vencido os maiores prêmios, “Yorimatã” irá representar o Brasil no In-Edit Barcelona, em outubro.

 

Curiosidade

“Yorimatã” quer dizer ‘salve a criança da mata‘, como explica a musicista Lucina sobre o neologismo criado por ela e que dá título ao documentário.

 

 

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.