Levar o feminismo para a sua carreira é mais fácil do que parece

Você acredita que homens e mulheres têm o mesmo valor. E acredita que todas as pessoas, independentemente de sua raça, religião, tipo físico, orientação sexual ou identidade de gênero, merecem respeito e as mesmas oportunidades. Você é, na essência, feminista. Colocar isso em cada parte da sua vida é uma tarefa que pode ser feita de maneira natural e simples.

Não é necessário gritar ao mundo SOU FEMINISTA a cada instante. Isso, aliás, não mudaria nada ao seu redor – além das pessoas acharem que você precisa de ajuda médica. Transformar a realidade é algo feito com ações. Colocar seus Planos em ação é o primeiro passo para alcançar esse objetivo.

Contratar pessoas de acordo com sua capacidade e não com sua aparência. Escolher modelos que não fazem parte do padrão de beleza. Respeitar mulheres e homens da mesma maneira e valorizar suas ideias igualmente. Escolher assuntos que sejam de real importância para as pessoas. Escutar o outro com sinceridade e entender quais são suas necessidades. Tudo isso faz com que você já esteja levando o feminismo para o seu dia a dia.

Não é necessário ler milhares de teorias – mas é bom lê-las para ter repertório – para impulsionar a transformação que o mundo precisa. É necessário ouvir quem nunca tem voz. Dar espaço para quem não é representado. Observar atentamente a diferença com que as pessoas são tratadas de acordo com características naturais de cada um. E não repetir erros que já foram apontados.

Uma atitude feminista é muito mais importante do que dizer-se feminista – apesar da grande importância que tem “sair do armário”. Fazer é muito mais importante do que falar. Isso está nas suas mãos, sem a necessidade de rótulos ou explicações.

 

carol-patrocinio