O que importa para você?

A resposta para essa pergunta deveria estar na ponta da língua, mas a nossa rotina agitada não nos permite ter consciência de quais são nossas prioridades. Com uma técnica simples, é possível adquirir o hábito de nos dedicarmos ao que realmente importa para a gente.

 

Em uma determinada época da minha vida, eu tinha medo dessa pergunta, porque eu não conseguia respondê-la. Era tanta coisa para fazer, que eu ficava perdida e nunca tinha tempo para nada, principalmente para mim.

 

Com o tempo, eu entendi que o grande problema não estava na quantidade de tarefas. A questão era entender a prioridade de cada uma. Era justamente por não compreender isso que eu ficava perdida e me afundava em programas desnecessários – na maioria das vezes, para agradar os outros.

 

Cansada de começar os meus dias exausta e de perder compromissos realmente importantes, principalmente os pessoais,  e de sair do escritório com a sensação de que, embora não tivesse parado nem um minuto, eu não havia feito nada, adotei uma técnica que passou a me ajudar tanto na minha vida profissional como na minha vida pessoal: antes de começar qualquer atividade, de dizer sim a uma solicitação ou a um convite, eu me faço duas perguntas:

 

  1. Quanto [essa atividade/esse convite/esse pedido] influencia na minha felicidade?
  2. Quanto  [essa atividade/esse convite/esse pedido] interfere no meu futuro?

 

 

A partir das minhas respostas, eu decido o que tem que estar na minha agenda e o que deve ser feito primeiro, já que terá maior interferência no meu futuro e/ou grande influência na minha felicidade.

 

 

Caso eu não consiga determinar qual tarefa precisa estar na frente da outra, eu me aprofundo em cada uma delas: entendo se o prazo de entrega pode mudar ou se existe outra oportunidade para realizá-la, por exemplo.

 

Existem outras formas de mergulhar nas atividades e solicitações, mas isso depende de cada uma delas. Para descobrir como fazer isso, é essencial compreender seus detalhes antes mesmo de incluí-las na sua lista de pendências, algo que ainda não faz parte da rotina de muita gente. Portanto, busque todas as informações de qualquer compromisso que surgir e só depois tome uma atitude em relação a ele. Você verá que só de fazer isso, a sua lista de pendências irá diminuir muito e vai conseguir se dedicar ao que realmente importa: você!

Lygia Pontes

Relações Públicas com especialização em Administração de Empresas. É advisor e consultora em felicidade profissional e eficiência. Também é professora e palestrante em temas ligados aos três pilares fundamentais para o sucesso profissional: comportamento, comunicação e gestão Seu propósito é auxiliar pessoas a construírem relações positivas e produtivas mesmo em ambientes competitivos, como os das empresas.