O segredo da harmonia é o respeito

Homens e mulheres são diferentes e isso todo mundo sabe. O grande problema é que essas diferenças incomodam, tiram o sono e o sossego dos casais. Isso porque homens e mulheres (bem mais elas do que eles) não conseguem respeitar essas diferenças e fazer delas um elixir intensificador da paixão.

A história começa com olhares, borboletas no estômago, sorrisos, sussurros, mas basta  a tal da convivência entrar em jogo para que o cenário mude: os olhos passam a faiscar de raiva, as borboletas viram abelhas rainhas ferroando o estômago, sorrisos viram lágrimas e sussurros berros estridentes e ensurdecedores.

E aí, vem a constatação: depois de muitos beijos e carinhos sem ter fim, o príncipe virou um sapo, numa espécie de conto de fadas às avessas. Acompanhando essa roda viva infernal vêm cobranças, desconfianças, críticas e alfinetadas que podem minar a história de amor transformando-a em mais um enredo dramático.

Mas se você já está querendo se descabelar e pedir o divórcio, calma, para tudo nessa vida há uma solução. O Plano Feminino foi atrás de um especialista para tentar costurar melhor essa trama e buscar um caminho mais equilibrado. O psicólogo Élison Santos é autor de trabalhos como "Uma desconstrução da psicologia"  e entende tudo de comportamento humano.

Diga lá, Élison, como equilibrar essa difícil equação entre homens e mulheres e suas diferenças? “Equilibrar a equação é viver as diferenças. Se o homem tende à acomodação, a mulher o empurra para as novidades, isso é o casamento. O importante é que a comunicação esteja sintonizada. Aliás, dificuldade de comunicação é o maior problema que percebo nos casais de hoje”.

Segundo Santos, é possível que os casais vivam em harmonia, desde que haja maturidade o suficiente para compreendermos que harmonia não é, exatamente, ausência de conflitos. Em outras palavras, isso significa que aceitar a posição do outro passivamente, não questionar atitudes, não ponderar pode ser tão nocivo quanto trocas de acusações, berros e bofetões.

O segredo está justamente no respeito às diferenças. O pensador Voltaire certa vez disse "Posso não concordar com uma só palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte vosso direito de dizê-lo” esse conceito é fundamental para sucesso dos relacionamentos de qualquer natureza.

Se o seu amado insiste em sair com os colegas do trabalho que você odeia, ao invés de brigar, xingar e perguntar se ele prefere os amigos a você, deixe claro que não gosta da situação, explique seus motivos e deixe-o livre para decidir o que fazer. Ele vai sair com os amigos, mas voltará para casa com muito mais disposição e orgulho da mulher que tem.

“O casal que foge dos conflitos não cresce, não amadurece, fica estagnado e tende à infelicidade. Harmonia é respeito das diferenças, compreender as diferenças, é aceitação. Um dos principais fatores da falta de paz nas relaç&otild

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.