Procura-se candidatas para MBA

Segundo dados da The MBA Tour, o número de mulheres na América Latina que buscam cursos MBA fora do país caiu nos últimos anos.

Em 2015, 43,3% das pessoas que prestaram o exame GMAT (Graduate Management Admission Test)  eram mulheres, sendo que na América Latina elas representaram 34%.

Na Europa, por exemplo, mulheres representam 50% cada enquanto no Leste e Sudeste da Ásia, elas são a maioria, 60%.

“O que poderia ser um número negativo, na realidade é uma boa notícia para as mulheres que vão se candidatar para os próximos processos, porque significa que as escolas de negócios estão competindo por candidatas latino-americanas. Isso dá às brasileiras uma vantagem na hora da admissão, porque o pool de candidatos é menor”, explica Peter Von Loesecke , coordenador-geral da The MBA Tour.

Dados Brasil

O Rio de Janeiro registrou o terceiro maior número de mulheres registradas (44%) atrás da Costa Rica (47%) e Peru (46%). São Paulo teve 32% de público feminino segundo os dados.

A pesquisa também joga luz sobre outro dato interessante: 66% dos empregados com MBA estão em cargos sênior; 28% em nível alto executivo; e 80% das mulheres foram promovidas para nível sênior após o MBA.

Redação

Produzido por uma equipe cheia de Planos para compartilhar.