Reaprendendo o alfabeto

Uma das primeiras coisas que aprendemos quando começamos ir à escola é o alfabeto.

É essencial, pois é a base para todo o aprendizado que virá nos anos seguintes. Nenhuma criança pode pular essa etapa.

Mas, há alguns dias atrás fui apresentada a um alfabeto que todos deveriam aprender na escola desde pequeno.

O nome dele? Alfabeto Empoderador.

Aprendi demais com este, tanto quanto aprendi com aquele tradicional quando estava na classe de alfabetização. Além de termos que já conhecemos como empoderar, misoginia e feminicídio, entre tantos outros. São apresentados termos que não ouvimos com tanta frequência, como queer, uma teoria que recusa a classificação de indivíduos em categorias universais como “homossexual”, “heterossexual”, “homem” ou “mulher”, tendo como principal enfoque o que “normal” quando falamos de gênero, sexualidade e desejo.

alfabeto-empoderador-a alfabeto-empoderador-d alfabeto-empoderador-e alfabeto-empoderador-l alfabeto-empoderador-n alfabeto-empoderador-o alfabeto-empoderador-q alfabeto-empoderador-s

Além de uma criatividade incrível, pois cada letra é um tema recorrente na vida das mulheres, a forma como é explicada é clara e sucinta.

O “V” de voz é um dos temas que abordados. Dia das Mulheres é um dia que vejo muitas declarações, textos gigantes no facebook, rosas e chocolates sendo entregues.  Mas parece que fica tudo preso naquele dia. E que o verdadeiro sentido foi perdido em meio a tanto bombardeio comercial. Dia da Mulher é para falar (ainda) mais alto. Comemorar as vitórias que aos poucos conquistamos e lutar pelas (inúmeras) que faltam.

alfabeto-empoderador-v

Vai ter muito empoderamento! E, se reclamar vai ter mais!

Naila Nunes

Estudante

Estudante de publicidade, mas o Plano A era seguir carreira de bailarina. É mãe da princesa Sarah que além de fonte de inspiração para seu blog pessoal é parceirinha de tardes culturais pelo Rio de Janeiro. Apaixonada por livros com cheiro de velho, acredita que a arte pode modificar o mundo.