Sobre Lady Gaga, Photoshop e Pirações

A gente já falou de beleza real, dos exageros do photoshop  nas capas de revistas e do excesso de ego que reúne tudo isso. Numa ditadura louca que leva algumas mulheres à loucura e transtornos absurdos,  se drogando inclusive e passando por diversas cirurgias plásticas – mercado que só cresce – para alcançar uma beleza vendida nas bancas e que não passa de piada – tudo fake. E quer saber? Acho que de tanto photoshoparem as celebridades nas capas de revistas, até as coitadas devem estar pirando. Já imaginou você olhar o resultado de um trabalho com photoshop e depois se olhar e ver que não é nada daquilo que andam vendo/falando por aí? Deve dar uma espécie pânico e crise existencial.  Acho que é por isso que muitas celebridades não acordam sem o  fiel maquiador/escudeiro ao lado.  Elas têm o desejo não só de se sentirem iguais ao que vendem de sua imagem nas capas de revistas, mas também de não assustar os fãs nas ruas – loucura e responsabilidade social.

Para vermos que não exageramos quando falamos que o negócio é sério e preocupante, olha só Lady Gaga na capa da Vogue de setembro, toda trabalhada no photoshop. Repare o antes e depois na imagem acima. Completamente diferente da foto original, a diva pop deu o que falar e mostrou que tem coisas que nem o photoshop, nem profissionais renomados –  que participaram da produção desta capa – como os fotógrafos Mert Alas e Marcus Piggott, e muito menos um vestido de Marc Jacobs, ajeita! Sorry, não resisti…rs  Dissertem sobre o assunto com a gente…o que acham de tudo isso?

Viviane Duarte

Fundadora

Jornalista e Fundadora do Plano Feminino. Sua paixão está em criar estratégias que inspirem e gerem conexões com propósito por meio de conteúdos e projetos especiais que promovam a igualdade de gênero e o empoderamento feminino na publicidade e sobretudo, na sociedade.