UMA MULHER LIVRE QUE REALIZA… SONHOS!

Assuma que sua vida tem um propósito, saia da zona de conforto, tome as rédeas de sua trajetória e seja a protagonista de sua história.

 

 

Elen Müller é uma mulher como muitas de nós, que sempre quis ocupar espaços, que sempre soube que era capaz de realizar grandes coisas profissionalmente. Mas inicialmente, como muitas de nós também, sentiu que faltava algum propósito em sua vida, uma clareza maior de objetivo e para onde ir. Faltava algo que a fizesse acreditar que poderia ser mais, fazer mais… e não só por ela, mas pelos outros. Ela queria buscar algo em que realmente acreditasse, que era conexão e transformação.

 

Para recriar sua identidade pessoal e profissional, ela saiu pelo mundo e precisou superar muitos obstáculos, pois para a mulher “ocupar espaços” não é uma tarefa fácil, foi necessário muita força de vontade e persistência pra alcançar seus objetivos. E ela conseguiu, atualmente, por onde passa consegue transformar a vida das pessoas ao redor, construindo novas narrativas e fazendo cada vez mais com que mulheres tenham vez e voz para fazerem e serem quem elas quiserem.

 

Elen nasceu no sul do Brasil, onde cresceu e aprendeu a se conhecer por conta de sua própria curiosidade. Completamente apaixonada por desbravar o mundo externo das culturas e mundos internos das mulheres, ela carrega na bagagem sua experiência como Coach de Identidade do feminino, por acreditar que as mulheres podem moldar o próprio trabalho ao invés de se adaptar aos que já existem, evoluindo com as necessidades e ao dinamismo dessa época. Na bagagem foi advogada por 7 anos, ela vivia mais interessada no ser humano por trás do cliente do que encaixar o caso do seu cliente na lei. Por isso, em paralelo com a primeira carreira, ela buscava treinamentos em áreas do desenvolvimento humano pelo mundo (coaching, constelação, terapias complementares, imagem e identidade, sagrado feminino e outros). Ao completar 8 anos de experiências nesses treinamentos, ela decidiu seguir sua segunda carreira, cumprindo seu propósito, como Coach de Identidade do Feminino.

 

“Identifiquei uma necessidade do mercado, observei mulheres tão insatisfeitas quanto eu em seguir padrões pessoais ou profissionais e percebi que necessitavam de um treinamento pessoal que fosse além do campo mental e efetivo. Além disso, notei que precisavam de uma abordagem mais holística que não encaixasse mulheres em teorias prontas e que respeitassem os ciclos femininos, pois não somos superprodutivas a todo momento” afirma a coach.

 

Elen trabalha com recursos que a mulher oferece, como por exemplo, se ela já se superou na vida profissional já tem um recurso e meu trabalho é só ajudar ela a acessar, pois de conselhos o mundo está cheio.

 

O Coach como o próprio nome já diz é basicamente um treinador e Elen se identificou com o dinamismo desta profissão. Desde 2009, as ferramentas deste treinamento trouxeram muitas mudanças significativas para que ela se tornasse mais realizada, mais completa. Seu maior desafio como coach é a própria cultura brasileira, pois ele ainda é pouco conhecido, tampouco ligado a alguma área de faculdade, diferente da cultura norte-americana em que é uma profissão bem reconhecida desde a década de 60, e muito buscada atualmente. Porém, como as profissões estão cada vez mais customizadas para atender nichos específicos do mercado, Elen precisou se especializar e voltou a sua atenção especialmente para o mundo feminino e isso fez com que esta segmentação dessa outra cara ao que conhecemos de coach no Brasil, tradicionalmente. “As mulheres são cíclicas e não lineares, e isso merece ser acolhido e levado em consideração”, afirma.

 

“Como mulher planejo sempre meu autoconhecimento e aprimoramento profissional. Quero espalhar a ideia da identidade em palestras e treinamentos com o foco de ver as mulheres florescendo cada vez mais. Viajar muito é meu estilo de vida, pois cada cultura apresenta identidades únicas e nessa oportunidade conseguimos ver por que ficamos presas em algum padrão cultural. Sigo atendendo clientes online e pretendo levar meu treinamento “Mulheres Livres Realizam” e minha palestra “Adeus, Padrões” para o exterior”, nos conta a terapeuta.

 

 

Elen dá algumas dicas para que você possa fortalecer a sua identidade feminina:

  • Procure mulheres que são sua inspiração por competência, por inteligência, por espiritualidade, por beleza e busque entender como elas chegaram até lá.
  • Pergunte a você: o que eu posso fazer e ser única no que faço?
  • Coloque barreiras saudáveis em seus relacionamentos pessoais ou profissionais. Você não precisa ser quem não é.
  • Escreva uma lista do que mais se orgulha em você e cole no espelho.

 

 

OLHO DA MATÉRIA: “Identifiquei uma necessidade do mercado: observei mulheres tão insatisfeitas quanto eu em seguir padrões pessoais ou profissionais e percebi que necessitavam de um treinamento pessoal que fosse além do campo mental e efetivo.”

Elen dará um Treinamento (“Mulheres Livres Realizam”) em São Paulo, nos dias 24, 25 e 26 de maio. Mais informações pelo WhatsApp: 41 98880-9230 / ou acompanhe o trabalho da Elen pelo Instagram @elenmullerofficial.

 

LEGENDA: Treinamento no Rio em 2019:  mulheres em busca de sua verdadeira essência

 

SOBRE

Elen é uma Coach de Identidade do Feminino que ousou customizar sua própria vida profissional. Na procura da identidade de sua própria mulher selvagem fez dois treinamentos direto com Clarissa P. Estés (escritora do BEST SELLER “Mulheres que correm com os Lobos”), além de se tornar uma  buscadora de conhecimentos na fonte com formações pelo Brasil, Europa, Estados Unidos e Austrália em diversas áreas do desenvolvimento humano, os quais contribuíram com a sua inovadora abordagem.

 

Daniele Globo

Jornalista

Jornalista e redatora com MBA em Marketing, uma apaixonada pelas letras. Sócia da Parla, Donna!, uma agência de comunicação e marketing, onde exerce sua criatividade e assina com personalidade os conteúdos que cria. Gastronomia, viagens, livros, filmes, músicas, decoração, pizza, temakis, vinho e seus cachorros (Pudim, um lhasa de personalidade forte, e Antônia, uma doce boxer albina) são algumas de suas paixões.