Quer entrar naquele vestido? Então, corra!

Há uns dois anos, percebi que a correria do dia-a-dia estava impactando diretamente na minha qualidade de vida. Por um lado estava feliz, fechando contratos, com a agenda cheia e muitos planos para colocar em ação. Por outro, me via num ciclo vicioso de um acorda com o celular para responder emails e dorme de madrugada para fechar trabalhos. Num dia corrido, sem tempo para fazer nada, fui substituindo as refeições por trash foods e sem perceber, numa noite em que precisava participar de uma premiação importante de um cliente, abri meu guardarrouas certa do vestido que ia usar e PAH! – ele simplesmente não passava nas coxas! Eu me olhei no espelho com mais atenção – já não me pesava há muito tempo – e percebi que não tinha mais o corpo que eu achava que tinha. Ele tinha mudado a ponto de me fazer perder meu vestido preferido. Fiquei chateada. Mas como estava com o guardarroupas cheio de blusas amplas – moda da época –  coloquei uma delas e usei uma saia de Lycra. Estas peças sempre salvam a gente – ou nos fazem perder a mão de vez. Mas era o que tinha praquela noite.

alongar-correr-emagrecer

Voltei da festa pensando em quanto tempo eu não cuidava de mim.  Em como me sentia fadigada com 12 kilos acima do peso. Liguei no dia seguinte para uma amiga – daquelas que só pensam em frango com batata doce, sabe como? Pois bem. Eu mandei logo a real para ela, não ia ter paciência nem tempo para dietas pesadas e muito menos para treinos alucinantes.  Eu não queria ser a SHE-RA, só queria meu vestido de volta. Ou melhor, meu corpo que entrava nele. Precisava de algo que me ajudasse a desestressar e emagrecer – sem sofrimento. Um esporte de descompressão para me ajudar a lidar com a rotina insana. E então ela me apresentou a corrida. Me ensinou a respirar, a correr trotando, a esticar a corrida de forma gradativa respeitando meus limites – e eu AMEI! A partir daquele dia, comecei a correr no parque, na rua, na esteira. No parque é muito melhor. Corria e me divertia. Sentia meu corpo respondendo que aquilo era legal e que estava curtindo também. Me encontrei! Entrei no meu vestido favorito e suspirei aliiada,  por me sentir melhor, mais disposta, mais leve. Engraçado que a prática de esporte te faz pensar na sua alimentação também. Você tem mais vontade de comer coisas saudáveis. O corpo fala mesmo e a corrida me mostrou isso. Separei 1 hora por dia para sair por aí, para sentir o vento no rosto, pensar na vida, cuidar do corpinho e garantir que a chegada aos 40 seja legal. Estou conseguindo. Sem loucura, sendo eu mesma.  Nosso corpo quer movimento, quer liberdade e precisa de manutenção. E não tem jeito, ele cobra isso quando a gente não se cuida.

corrida-alongamento

Corra com cuidado:
Quando comecei a correr todos os dias e passei a fazer 10 KM em cada corridinha no parque, comecei a sentir algumas dores no quadril. Fui ao ortopedista e era falta de um alongamento bem feito. Aprendi.

A escolha de um tênis confortável e uma roupa de tecido leve, que não retenha o suor também faz toda a diferença. Você fica mais disposta e com mais energia para correr.

Antes de começar qualquer tipo de esporte a gente precisa buscar orientação médica. Hoje corro 3 vezes por semana e faço 20 minutos de alongamento para garantir que o corpo fique bem. O abdominal e a musculação 1 vez por semana ajuda a fortalecer a musculatura. Se você se organizar direitinho dá para fazer tudo isso sem comprometer as diversas outras coisas que tem na sua agenda. Que tal tentar? Não precisa sair correndo igual louca por aí. Pode começar com uma caminhada mais rápida e ir para o trotinho, até seu corpo pedir para correr mais e mais. É tipo um vício. Uma adrenalina gostosa que circula pelo corpo e não te faz parar nunca mais. Vai lá! Enjoy 😉

 

 

 

Viviane Duarte

Fundadora

Jornalista e Fundadora do Plano Feminino. Sua paixão está em criar estratégias que inspirem e gerem conexões com propósito por meio de conteúdos e projetos especiais que promovam a igualdade de gênero e o empoderamento feminino na publicidade e sobretudo, na sociedade.